Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/7786
metadata.dc.type: Dissertação
Title: “Olha os pirangueiros!”: territorialidade étnica e direitos humanos no município do Conde/PB
metadata.dc.creator: Almeida, Mayra Porto de
metadata.dc.contributor.advisor1: Rodrigues, Maria de Fátima Ferreira
metadata.dc.description.resumo: As questões relativas às populações tradicionais, na perspectiva dos Direitos Humanos constituem um relevante tema no âmago da sociedade brasileira, sobre tudo no contexto atual. Assim, no intuito de contribuir para uma investigação mais profunda sobre os grupos étnicos esta dissertação de mestrado tem por objetivo analisar o processo de construção da territorialidade étnica dos quilombolas da comunidade Ipiranga. A comunidade ora investigada está localizada no município do Conde, na mesorregião da Mata Paraibana. Nessa investigação, inicialmente, registramos a trajetória de luta do povo negro no Brasil, mediante sua resistência e a conquista de direitos. No que concerne a comunidade Ipiranga, buscamos analisamos o processo de ocupação tradicional de seu território, bem como as formas de uso tradicional desse território, tais como a agricultura, a pesca e a caça. Além disso, enfatizamos o processo de luta e resistência vivenciados pelos habitantes para não serem alijados de seu território tradicional. Como desdobramento desse processo de luta, discutimos o significado do autorreconhecimento enquanto quilombolas e a importância dos elementos culturais, como o coco de roda Novo Quilombo, na construção da identidade étnica. Do ponto de vista teórico-metodológico, trabalhando na perspectiva da interdisciplinaridade, realizamos uma revisão da literatura sobre a temática em documentos e bibliografias. O trabalho de campo também constituiu uma etapa vital da pesquisa por nos permitir a elucidação os objetivos investigados na comunidade. Os capítulos que integram esta dissertação foram construídos com base nessas metodologias. Assim, a investigação nos possibilitou afirmar a importância do território para a reprodução social e identidade étnica da comunidade. Nesse sentido, chamamos à atenção para a morosidade dos processos administrativos de regularização fundiária no país e a necessidade de ampliação e efetivação das titulações dos territórios quilombolas.
Abstract: Questions concerning the traditional communities, from the perspective of human rights are an important issue in Brazilian society, especially in the current context. Thus, in order to contribute to a deeper investigation into ethnic groups this dissertation aims to analyse the construction process of the ethnic territoriality of maroons in the Quilombo Community Ipiranga. The now investigated community is located in the municipality of Conde, in the mesoregion of Mata Paraibana. In this investigation, initially, we register the path of struggle of black people in Brazil through its resistance and the conquest of rights. Regarding the Quilombo Community Ipiranga, we seek to analyse the traditional process of occupation of its territory, as well as forms of traditional use of the territory, such as agriculture, fishing and hunting. We also emphasize the process of struggle and resistance experienced by the inhabitants not to be expelled from their traditional territory. As an outcome of this process of struggle, we discussed the meaning of self- recognition as Maroons and the importance of cultural elements, such as the coco de roda Novo Quilombo, in the construction of ethnic identity. From the theoretical and methodological point of view, working in interdisciplinary perspective, we conducted a literature review on the topic in documents and bibliographies. Fieldwork was also a vital part of the research for allowing us to elucidate the objectives investigated in the community. The chapters that make up this dissertation were based on those methodologies. Thus, research has enabled us to affirm the importance of territory for social reproduction and ethnic identity of the community. In this sense, we call attention to the lengthy administrative processes of land tenure in the country and the need for expansion and realization of the entitlements of quilombo territories.
Keywords: Quilombolas. Território. Territorialidade. Memória. Identidade.
Quilombo. Territory. Territoriality. Memory. Identity.
metadata.dc.subject.cnpq: CIENCIAS HUMANAS
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraíba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Cidadania e Direitos Humanos
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Direitos Humanos, Cidadania e Políticas Públicas
Citation: ALMEIDA, Mayra Porto de. “Olha os pirangueiros!”: territorialidade étnica e direitos humanos no município do Conde/PB. 2015. 136 f. Dissertação (Mestrado em Direitos Humanos) - Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2015.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/7786
Issue Date: 31-Jul-2015
Appears in Collections:Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA) - Programa de Pós-Graduação em Direitos Humanos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivototal.pdfarquivototal4,91 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.