Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/8173
metadata.dc.type: Tese
Title: Representações sociais sobre o cuidado construídas por idosas
Other Titles: Social Representation about the care built by elderly people
metadata.dc.creator: Araújo, Verbena Santos
metadata.dc.contributor.advisor1: Dias, Maria Djair
metadata.dc.description.resumo: Objetivou-se com esse estudo explorar as Representações Sociais sobre cuidado construídas por mulheres idosas frente ao envelhecimento humano. Tratou-se de um estudo exploratório, descritivo e transversal com abordagem qualitativa, pautado na Teoria das Representações Sociais, com ênfase nas dimensões (informação ou conhecimento, posicionamento ou atitude e imagem ou campo de representação). O material empírico originou-se de entrevistas semiestruturadas aplicadas com 40 idosas que participavam de grupos sociais, divididas equitativamente em idosas formadas no curso de Educação para o Envelhecimento Saudável da Universidade Aberta à Maturidade, vinculado a Universidade Estadual da Paraíba – UEPB (Grupo 1) e idosas integrantes do Centro de Convivência do Idoso do Município de Campina Grande/PB (Grupo 2). A coleta dos dados foi operacionalizada nos meses de outubro a dezembro de 2014 e seguiu criteriosamente as premissas da Resolução 466/2012 do Conselho Nacional de Saúde, sobre pesquisas envolvendo seres humanos, tendo aprovação pelo Comitê de Ética em Pesquisa institucional, através do parecer nº 612/10. Os dados foram coletados a partir da entrevista semiestruturada e processados com auxílio do software Iramuteq. A Classificação Hierárquica Descendente (CHD) reteve 84,45% dos segmentos de texto, ou seja, o aproveitamento foi de 603 dos 714 presentes no corpus, organizados em cinco classes de respostas dos idosos associadas ao cuidado frente ao envelhecimento humano, as quais foram devidamente nomeadas pela pesquisadora e posteriormente analisadas: Classe 1: O cuidado na velhice; Classe 2: As possibilidades de aprender na velhice; Classe 3: Os laços afetivos do cuidado na velhice; Classe 4: A liberdade de ir e vir na velhice: a descoberta da autonomia; Classe 5: O cuidado como atitude geral, conjunto de práticas na velhice. As Representações Sociais do cuidado apreendidas nas cinco classes denotaram singularidades na velhice que convergiram para um cuidado consigo mesmo, assumindo uma postura voltada para o “cuidar do cuidado”. Nas classes 1 e 5 o cuidado foi abordado a partir de aspectos mais concretos, pautado em ações de prevenção e atitudes, seja de cunho fisiológico, preventivo ou curativo, perante o processo de envelhecimento em si que ajudam na manutenção da autonomia do idoso e bem-estar físico, psicológico e social, caracterizando a dimensão posicionamento ou atitude das representações sociais, enquanto as demais classes apontaram para representações voltadas aos aspectos mais subjetivos do cuidado, como observado na classe 2 que caracteriza a dimensão conhecimento ou informação acerca do fenômeno estudado, evidenciando que a contribuição da rede social em torno da pessoa idosa é essencial para a prática do cuidado de si nessa etapa de vida, na classe 3 que trouxe os laços afetivos que circundam as relações sociais dos idosos e na classe 4 que abordou a liberdade de ir e vir como possibilidade de socialização, classes essas que caracterizam a dimensão imagens ou campos de representação. Os grupos compartilharam Representações Sociais sobre o cuidado que convergiram para uma mesma realidade, a de que o cuidado de si é essencial para manter a satisfação em adentrar e viver a terceira idade na sua plenitude, que esse cuidado deve ser a tônica para a mudança de vida e adoção de práticas saudáveis havendo, portanto, importantes aproximações entre os dois grupos estudados e não divergências em relação a comportamentos ou práticas instituídas. As análises permitiram conhecer as dimensões subjetivas sobre o cuidado frente ao envelhecimento humano, enquanto um comportamento que é socialmente típico e que denotam mudanças significativas na vida das idosas, principalmente no tocante as novas experiências e novas oportunidades evidentes nas Representações Sociais apreendidas.
Abstract: The aim of this study has been to explore Social Representations about care built by elderly women towards human aging. it is an exploring, descriptive, and transversal study with qualitative approach, guided through the Social Representation Theory, remarking the dimensions (information or knowledge, placing or attitude, and image or field of representation). the empirical material was originated from semi-structured interviews applied to 40 elderly women who participated in social groups, divided equitably into elderly graduated in the course of Education for Healthy Aging at the University Open to Maturity, linked to the Sate University of Paraiba - UEPB (Group 1), and elderly women taking part in the Elderly Familiarity Center, in the county of Campina Grande/PB (Group 2). the collect of data was made in the months from October to December, 2014, and strictly followed the assumptions of Resolution 466/2012 of the National Health Council, about researches involving human beings, having been approved by the Ethic Committee on Institutional Research, through note nº 612/10. The data were collected from semi-structured interviews turned to Social Representation about the study object, and were processed by the software of textual analysis IRAMUTEQ. the Descendant Hierarchical Classification (DHC) kept 84.45% from the extracts, meaning that the utilization was of 603 from the 714 present in the corpus, organized in five response classes of the elderly associated to care towards human aging, which were promptly nominated by the researcher and analyzed afterwards: Class 1: the care while aging; Class 2: Possibilities to learn along the aging; Class 3: affective relations of the care along the aging; Class 4: freedom to locomotion in aging, discovery of autonomy; Class 5: care as general attitude, set of practice along aging. The Social Representations of care highlighted in the five classes meant singularities in old age which led to a self care, thus taking a behavior to "take care of the care". In the classes 1 and 5 the care was worked from more factual aspects, folowing prevention actions and attitudes, noting physiological, preventive, and curative content, relating to the aging process itself, helping in the conservation of autonomy of the elderly and physical, psychological, and social welfare, featuring the dimension placing or attitude of social representations, whereas the other classes pointed to representations turned to more subjective aspects of the care, as observed in class 2, featuring dimension knowledge or information about the studied phenomenon, showing that the contribution of the social environment around the elderly person is essential for the practice of the care itself during this time of the life, in class 3 which brought affective relations surrounding social relations of the elderly, and class 4 which mentioned the freedom for locomotion as possibility of socialization, these classes featuring image dimension or representation fields. The groups shared Social Representations about the care leading to the same reality, the one which says that the care itself is essential for keeping welfare and satisfaction to enter and live the so called third age fully, that this care must be the way for life changing as well as adopting healthy practice, while there are important approaches between the two groups studied here, not having divergence about behaviors or practices set. The analysis allowed us to know the subjective dimensions about the care towards human aging, a behavior which is socially typical and shows meaningful changes in the lives of elderly women, mainly about new experiences and opportunities highlighted in the Social Representations learned.
Keywords: Enfermagem
Nursing
Idosos
Envelhecimento
Cuidado
Elderly
Aging
Care
metadata.dc.subject.cnpq: CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraíba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Enfermagem
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Enfermagem
Citation: ARAÚJO, Verbena Santos. Representações sociais sobre o cuidado construídas por idosas. 2015. 132 f. Tese (Doutorado em Enfermagem) - Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2015.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/8173
Issue Date: 17-Dec-2015
Appears in Collections:Centro de Ciências da Saúde (CCS) - Programa de Pós-Graduação em Enfermagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivototal.pdfArquivo Total1.93 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.