Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/8199
metadata.dc.type: Tese
Title: Acumulação e decomposição da serapilheira e distribuição de organismos edáficos em área de caatinga na Paraíba, Brasil
Other Titles: Litter accumulation and decomposition and soil biota distribution in a caatinga forest site of Paraíba, Brazil.
metadata.dc.creator: Souto, Patrícia Carneiro
metadata.dc.contributor.advisor1: Souto, Jacob Silva
metadata.dc.contributor.advisor2: Miranda, José Romilson Paes de
metadata.dc.description.resumo: A ciclagem de nutrientes, fundamental para a manutenção das florestas, envolve desde a deposição de material orgânico, sua decomposição e disponibilidade de nutrientes para os vegetais superiores. Todos esse processos são regulados por fatores bióticos e abióticos que determinam a sustentabilidade do ambiente. Este trabalho teve como objetivos determinar a produção mensal de serapilheira e o tempo necessário para o desaparecimento da serapilheira acumulada; caracterizar o processo de decomposição; avaliar a atividade microbiana e a influência das condições edafoclimáticas durante esse processo; conhecer as flutuações das comunidades de microrganismos e da mesofauna do solo em área de caatinga e, por último, analisar a qualidade da serapilheira a fim de identificar as diferentes fases do processo de decomposição e concentração de nutrientes. O trabalho foi desenvolvido na RPPN pertencente à Fazenda Tamanduá, localizada no município de Santa Terezinha (PB), durante dois anos, sendo o período 1 compreendido de outubro/2003 a setembro/2004 e o período 2 compreendido de outubro/2004 a setembro/2005. Foram demarcados sete transectos, onde foram realizadas todas as avaliações. Para a produção da serapilheira, foram distribuídas 20 caixas coletoras de 1m x 1m, sendo mensalmente coletado todo o material precipitado, que foi separado nas seguintes frações: folhas, galhos, estruturas reprodutivas e miscelânea; depois foi seco em estufa e pesado. A cada três meses foi coletada a serapilheira acumulada no solo, utilizando-se uma moldura metálica de 0,50 m x 0,50 m. Todo o material acumulado na moldura foi retirado, seco em estufa e pesado, calculando-se assim o fator de decomposição K e o tempo necessário para decompor 50% e 95% da serapilheira. Na avaliação da taxa de decomposição da serapilheira, utilizou-se sacola de náilon contendo cada uma 30g de serapilheira previamente seca. Próximo de cada caixa coletora foram distribuídas 24 sacolas de náilon contendo serapilheira, totalizando 480 sacolas. Mensalmente foram coletadas 20 sacolas, sendo o material retirado, limpo e pesado para avaliar a perda de peso em relação ao inicial. Paralelamente, avaliou-se no campo, a atividade microbiana, medida pela respiração edáfica, nos turnos diurno e noturno. Determinou-se também a qualidade química da serapilheira depositada e a que foi decomposta nas sacolas de náilon, quanto à concentração dos macronutrientes. A produção de serapilheira durante o período 1 de estudo foi de 1290,95 kg ha-1 e 1947,56 kg ha-1 no período 2, totalizando 3.238,51 kg ha-1, sendo a fração folhas predominante na serapilheira devolvida ao solo com 64,14%, seguida da fração galhos (23,48%), estruturas reprodutivas (10,92%) e miscelânea (1,46%). A maior deposição ocorreu no início da estação seca, caracterizando a sazonalidade. Os coeficientes de decomposição (K) de 1,1 para o período 1 e, 1,4 para o período 2, indicam uma transferência mais rápida dos nutrientes contidos na serapilheira para o solo. O tempo necessário para decompor 50% e 95% da serapilheira foi de 229,9 dias e 996,4 dias, respectivamente, período 1. No período 2, o tempo de meia vida foi de 178,8 e 770,15 dias para decompor 95%.A maior perda de peso da serapilheira acondicionada nas sacolas de náilon ocorreram no início do período de exposição, resultado da degradação dos compostos lábeis pelos microrganismos, sendo a velocidade do processo diminuída ao longo do tempo, devido a permanência das partes mais resistentes e lignificadas da serapilheira. Quanto a microbiota, a maior população foi de fungos, em relação à de bactérias, estimulado, principalmente, pelas condições favoráveis na disponibilidade hídrica do solo. Os grupos predominantes da mesofauna foram Díptera com 67,24% no período 1 e Acarine com 53,49% no período 2. Os baixos valores nos índices de Shannon (0,38) e de Pielou (0,15), indicaram uma baixa uniformidade na distribuição dos indivíduos. Quanto à composição química da serapilheira, a serapilheira depositada apresentou concentração de nutrientes na seguinte ordem: N > Ca > > S > K > Mg > P, sendo os teores de P encontrados na serapilheira considerados elevados para florestas tropicais secas.
Abstract: Nutrient cycling is fundamental to forest maintenance, and involves the deposition of organic material, its decomposition and nutrient release for reabsorption by superior plants. These processes are regulated by biotic and abiotic factors that determine the environmental sustainability. This study had the objectives to determine the monthly litter production and the time necessary to the accumulated litter to disappear, characterize the process of decomposition, evaluate the microbial activity and the effect of climatic and soil conditions on it, determine the fluctuations of the microorganisms and mesofauna communities in a Caatinga forest site, and, finally, analyze liter quality in order to identify the different phases of the process of organic matter decomposition and nutrient enrichment. Field work was carried out at the RPPN of the Fazenda Tamanduá, located in Santa Terezinha (PB), from October 2003 to September 2004 (period 1 = P1) and from October 2004 to September 2005 (period 2 = P2) in seven transects systematically located in the RPPN area. Litter production were estimated from monthly litter collection from 20 1mx1m collector boxes randomly distributes in the transects. The collected litter was fractioned into leaves, stems, reproductive structures and miscellany, and then dried and weighed. Every three months the deposited litter on the soil was collected from 0,5mx0,5m frames, dried and weighed, to calculate the decomposition factor (K) and the time required to 50 and 95% of litter decomposition. The rate of litter decomposition was estimated in nylon bags with 30g of dried litter. These 480 nylon bags were divided equitably and placed around the 20 collector boxes. Every month, one nylon bag from each collector bag was recovered from the field and the litter inside was taken out, cleaned and weighed to determine its weight loss. Diurnal and nocturnal microbial activity was measured by means of soil respiration. Macronutrients composition of the deposited litter and in the litter inside the nylon bag was determined. Litter production during P1 and P2 was 1290.9 kg ha-1 and 1947.5 kg ha-1, respectively, totaling 3238.5 kg ha-1. Leaf, stem, reproductive structure and miscellany fractions corresponded to 64.14, 23.48, 10.9 and 1.46% of total litter production, respectively. More litter deposition was observed in the beginning of the dry season. The values of the coefficient of litter decomposition were 1.1 and 1.4 for P1 and P2, respectively, and mean a fast nutrient transfer from litter to soil. The time required to 50 and 95% litter decomposition was 229.9 and 996.4 days, respectively, in P1, and 178.8 and 770.1 days, respectively, in P2. Initial litter weight loss in nylon bags was fast due to the degradation of labile composts by microorganisms, and decreased afterward due to the more resistant and more lignified materials of the remaining litter. Fungi population was larger than the bacteria population, favored by soil water availability. Mesofauna was mainly represented by Diptera’s 67.24% of the total number of counted mesofauna individuals or of the total biomass of mesofauna individuals and Acarine’s (53.49%), in P1 and P2, respectively. The low values of Shannon (0.38) and Pielou (0.15) indexes denoted the distribution heterogeneity of the mesofauna representatives. The order of macronutrient concentrations in the accumulated litter was as follow: N > Ca > S > K > Mg > P. Litter P content was higher than the expected for dry tropical forests.
Keywords: Decomposição da serapilheira
Litter decomposition
Composição química da serapilheira
Respiração edáfica
Caatinga
Mesofauna do solo
Litter chemical composition
Edaphyc respiration
Caatinga
Soil mesofauna
metadata.dc.subject.cnpq: CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraíba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Fitotecnia e Ciências Ambientais
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Agronomia
Citation: SOUTO, Patrícia Carneiro. Acumulação e decomposição da serapilheira e distribuição de organismos edáficos em área de caatinga na Paraíba, Brasil. 2006.146 f. Tese (Doutorado em Agronomia) - Centro de Ciências Agrárias, Universidade Federal da Paraíba, Areia, 2006.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/8199
Issue Date: 30-Mar-2006
Appears in Collections:Centro de Ciências Agrárias (CCA) - Programa de Pós-Graduação em Agronomia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivototal.pdfArquivo total1,72 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.