Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/8538
metadata.dc.type: Dissertação
Title: O trabalhar com médicos obstetras
metadata.dc.creator: Barbosa, Jéssika Sonaly Vasconcelos
metadata.dc.contributor.advisor1: Souza, Paulo César Zambroni de
metadata.dc.description.resumo: A obstetrícia é uma área de destaque para a medicina, pois representa uma das necessidades básicas da população. É responsável por um evento social, cultural e histórico muito importante que é a realização de um parto. Tal situação submete os profissionais que atuam nessa área a uma pressão constante por bons resultados, além das variabilidades e dilemas que são inerentes a este ofício. Desse modo, a presente dissertação tem como objetivo principal compreender o trabalhar de médicos obstetras que atuam em uma maternidade pública. Para tanto, o aporte teórico desse estudo se baseia nas contribuições oriundas da Ergonomia da atividade e em especial da Psicodinâmica do Trabalho através das reflexões trazidas por Christophe Dejours. No que se refere ao método, esta pesquisa apresenta-se como um estudo de campo de caráter qualitativo. As técnicas utilizadas foram entrevistas semiestruturadas e observações do trabalho. A perspectiva adotada para análise dos dados foi a análise de conteúdo temática. Participaram desta pesquisa 13 médicos obstetras que atuam em uma maternidade pública situada no interior do Nordeste, 10 são do sexo feminino e três são do sexo masculino. As idades variaram entre 31 e 61 anos. Quanto ao tempo de atuação como obstetra, este variou de um ano até 40 anos de profissão. Como resultados, destaca-se a presença do trabalho coletivo na atividade do médico obstetra. O trabalhar junto estar presente na atuação profissional e como uma via de formação profissional. O desenvolvimento da inteligência prática, da mobilização subjetiva e, sobretudo, da cooperação se apresentam como necessárias para que o obstetra realize seu trabalho e vença os obstáculos impostos pelo real. Além dos riscos à saúde inerentes a categoria profissional, os obstetras lidam cotidianamente com a violência na relação médico-paciente, na qual sofrem ameaças por parte dos beneficiários de seu serviço, em uma relação ambígua, ora de dificuldade e impasses, ora de prazer, satisfação e reconhecimento. Destaca-se, ainda, a presença da atividade subjetivante no trabalho do médico obstetra; para trabalhar, o obstetra necessita corpopriar o mundo. Além disso, verifica-se que o uso do tempo fora do trabalho é permeado pelo trabalho, dando pouco espaço para relação familiar, o lazer e os cuidados com a saúde. Por fim, apesar das dificuldades, os obstetras sentem-se realizados e demonstram que a profissão possibilita ganhos para a identidade e realização de si.
Abstract: Obstetrics is a prominent area for Medicine because it represents one of the basic needs of the population. It is responsible for a very important social, cultural and historical event that is the realization of a childbirth. This submits the professionals who work in this area to a constant pressure for good results, in addition to the variability and dilemmas that are inherent in the profession. Thereby, the present dissertation has as the main objective to understand the work of Obstetricians engaged in a public maternity. In order to do that, the theoretical contribution of this study is based on the contributions from Psychodynamics of Work through reflections brought by Christophe Dejours. Regarding the method, this research presents a field study of a qualitative nature. The techniques used here were semi-structured interviews and observations of the work. The perspective adopted for data analysis was the thematic content analysis. In this research, 13 obstetricians working in a maternity unit located within the Northeast region participated, being 10 female and 3 male. Their ages ranged between 31 and 61 years old. Regarding the time of practice as an obstetrician, it ranged from one year up to 40 years of experience in the job. As a result, it is highlighted the presence of collective work in the activity of an obstetrician. Working together is present in the professional performance and as a professional training. The development of practical intelligence, subjective mobilization and, above all, cooperation, are presented as necessary to ensure that the obstetrician performs his or her job and win the hurdles imposed by the real. In addition to the health risks inherent in this professional category, obstetricians deal daily with violence from the doctor-patient relationship, in which they suffer threats from the recipients of their service, in an ambiguous relationship, sometimes made of difficulty and brainstorm, and in other times made of pleasure, satisfaction, and recognition. Furthermore, another highlight is the presence of subjecting activity in the work of an obstetrician; in order to work, the obstetrician needs to incorporate the world. In addition, the use of time away from duty is permeated by work, giving little room for family relationship, leisure activities and health care. Finally, despite the difficulties, obstetricians are fulfilled and they show that the profession makes gains for their identity and self-realization.
Keywords: Trabalho
Work
Médicos
Obstetrícia
Psicodinâmica do trabalho
Doctors
Obstetrics
Psychodynamics of Work
metadata.dc.subject.cnpq: CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraíba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Psicologia Social
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social
Citation: BARBOSA, Jéssika Sonaly Vasconcelos. O trabalhar com médicos obstetras. 2016. 189 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia Social) - Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2016.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/8538
Issue Date: 18-Mar-2016
Appears in Collections:Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA) - Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo total.pdf1,55 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.