Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/8543
metadata.dc.type: Tese
Title: O papel de representações sobre raça e classe social no preconceito e discriminação
metadata.dc.creator: Lima, Tiago Jessé Souza de
metadata.dc.contributor.advisor1: Torres, Ana Raquel Rosas de
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Pereira, Cícero Roberto
metadata.dc.description.resumo: Esta tese teve por objetivo geral examinar como a cor da pele e a classe social interagem para predizer a discriminação. Especificamente, analisamos como a informação sobre a classe social afeta o julgamento que se faz de pessoas negras e brancas que cometeram um delito; avaliamos se o preconceito racial e de classe motivam a condenação de pessoas negras e de pessoas pobres, e estudamos como a norma antipreconceito atua neste processo. Para alcançar estes objetivos, realizamos um estudo teórico e seis pesquisas empíricas, resultando em três artigos que compõem esta tese. O objetivo do primeiro artigo foi fazer uma revisão teórica sobre os efeitos da cor da pele e da classe social e da interação entre estas duas dimensões, na categorização e julgamento social de alvos. A revisão da literatura indicou que ainda são poucos os estudos na psicologia social que têm em conta o papel desempenhado pela classe social na discriminação. É proposto que a interação entre a cor da pele e a classe social é a melhor maneira de conceituar os efeitos da cor e da classe. Ou seja, os subtipos formados pela conjunção entre a cor e a classe são mais significativos do que ter em conta estas categorias separadamente. O segundo artigo propõe a hipótese de que os indivíduos usam a informação sobre a classe socioeconômica quando avaliam o comportamento delituoso de uma pessoa, absolvendo-a quando é branca e condenando-a quando é negra. No Estudo 1 (N = 255) manipulamos a informação sobre a cor da pele e a classe do alvo e verificamos que os participantes condenam menos os alvos brancos e mais os alvos negros de classe baixa. O Estudo 2 (N = 282) replica os resultados anteriores e demonstra que o uso enviesado da informação sobre a classe social é motivado pelo preconceito de cor e de classe. Estes resultados contribuem para esclarecer o efeito conjunto das informações sobre a cor e a classe social no julgamento de alvos e representam uma primeira evidência do uso diferencial da informação sobre a classe baixa, que atenua a condenação do alvo branco e aumenta do alvo negro. O terceiro artigo objetivou elucidar o papel da informação sobre a classe baixa no julgamento social de alvos brancos e negros em contextos onde a norma antipreconceito está ativa. Em quatro estudos verificamos que a informação sobre a classe baixa aumentou a concordância com a condenação à prisão de um suspeito de cometer um delito apenas quando este é descrito como negro. O estudo 1 (N = 160) indicou que a informação sobre a classe socioeconômica baixa aumenta o suporte à condenação do alvo negro, mas não do branco. Além disso, os estudos 2 (N = 170) e 3 (N = 176) mostraram que a norma antipreconceito inibe a discriminação do alvo negro apenas quando a classe social não está saliente, pois quando ambas as categorias estão salientes, os alvos negros de classe baixa são mais discriminados (Estudo 4; N = 134). Os resultados sugerem que a classe social afeta negativamente o julgamento de alvos negros (mas não dos brancos) porque pode funcionar como justificação não racista para a discriminação. Em conjunto, os resultados obtidos nesta tese indicam que a informação sobre classe baixa é utilizada de forma diferencial no julgamento de negros e brancos, aumentando a concordância com a condenação apenas para os alvos negros. A informação sobre a classe social tem um efeito coadjuvante, porém muito importante no julgamento social sobre pessoas brancas e negras na medida em que facilita o apoio social à condenação de pessoas negras que cometeram delitos.
Abstract: This work aims to investigate how skin color and social class interact to predict discrimination. Specifically, we analyse how the information about social class affects the judgment of black and white targets who have committed an offense; whether racial prejudice and class motivate the condemnation of black and poor people, and how the anti-prejudice norm influence this effect. To achieve these goals, we conducted a theoretical study and six empirical research, resulting in three articles that make up this thesis. The first article aims to review the literature on the effects of skin color and social class and the interaction effects of these two dimensions in categorization and social judgment. The literature review indicated the existence of few studies in social psychology of racism that take into account the role of social class in racial discrimination. We proposed that the interaction between skin color and social class is the best way to conceptualize the effects of color and class. In other words, the subtypes formed by the conjunction of color and class are more significant than take in account these categories separately. The second article propose that individuals use information of the socioeconomic status when evaluating the criminal conduct of a person, absolving this person when he is white and condemning this person when he is black. In Study 1 (N = 255) we found that the information of skin color and class affect the judgment of targets. In comparison with control conditions, black low class are more condemned than white low class targets. Study 2 (N = 282) replicates this findings and demonstrated that class and racial prejudice moderated the influence of class and skin color information’s on judgments. Those results contribute to clarify the conjunct effect of skin color and class information on the judgment of targets, and provide first evidence in the differential use of socioeconomic class in social judgments, attenuating the condemnation of white and enhance the condemnation of black targets. The third article evaluate the effect of information about low social class in the social judgment of white and black targets, in contexts where anti-prejudice norm is salient. In four studies, we found that information about the low social class increased compliance with the condemnation of a suspect of committing an offense only when it is described as black. Study 1 (N = 160) indicated that information about low social class increases the condemnation of black but not for white targets. Furthermore, studies 2 (N = 170) and 3 (N = 176) showed that the antidiscrimination norm inhibits the condemnation of black target only when the information about social class is not provided. When information about skin color and social are available, low social class blacks targets are more discriminated (Study 4; N = 134). The results suggest that information about low social class negatively affects the social judgment of black (but not whites) targets because social class can serve as non-prejudiced justification for racial discrimination. Taken together, the results obtained in this thesis indicate that information about lower social class is used in a differential way in the social judgment of blacks and whites targets, increasing the condemnation only for black targets. Information about social class has a supporting effect, but very important in social judgment about white and black people, because it facilitates social support to condemn black people who have committed crimes.
Keywords: Cor da pele
Skin color
Classe social
Discriminação
Preconceito
Social class
Discrimination
metadata.dc.subject.cnpq: CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraíba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Psicologia Social
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social
Citation: LIMA, Tiago Jessé Souza de. O papel de representações sobre raça e classe social no preconceito e discriminação. 2016. 207 f. Tese (Doutorado em Psicologia Social) - Universidade Federal da Paraíba, João pessoa, 2016.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/8543
Issue Date: 26-Feb-2016
Appears in Collections:Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA) - Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo total.pdf1,24 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.