Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/8640
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Consumo como experiência social: experimentações, vivências e práticas da cultura pop em um coletivo juvenil
metadata.dc.creator: Brandão, Deyse de Fátima do Amarante.
metadata.dc.contributor.advisor1: Tella, Marco Aurélio Paz
metadata.dc.description.resumo: Esta pesquisa tem como objetivo abordar as manifestações e experiências sociais em torno dos jovens participantes do Studio Made In PB, coletivo existente na cidade de João Pessoa (PB), desde o ano de 1998, responsável por produzir, realizar e divulgar atividades voltadas à cultura pop na cidade. Sendo um termo dado pelos pesquisáveis, a cultura pop torna-se propulsora de ações coletivas e individuais, revelando formas de lidar autênticas e diferenciadas por estes atores sociais que ao se apropriarem do consumo destes bens, revelam nos espaços da cidade estilos de vida, construções identitárias e manutenções de grupo. Ao refinar o olhar sobre as atividades do grupo, a abordagem seguiu uma perspectiva etnográfica tendo como metodologia as ações vividas em trabalho de campo, entrevistas, conversas informais, interações em comunidade virtual (Facebook) e registros imagéticos junto aos integrantes do Studio Made In PB. Ao compreender o consumo como uma prática social criadora, a pesquisa refletiu sobre o papel do consumidor como ativo – sendo fandom, professor, aluno, idealizador, staff – exercendo posicionamentos estratégicos diante de escolhas de bens que abrem possibilidades inventivas, mantendo dinâmicas sociais próprias. Enfatizando o Studio Made In PB como parte das manifestações das culturas juvenis em João Pessoa, a análise desta pesquisa possibilitou conhecer os processos de construção de códigos de reconhecimento junto a outros grupos sociais em uma das atividades mais importantes do grupo perante seus pares: o evento “HQPB: quadrinhos e cultura pop na Paraíba”, ocorrido entre o mês de Novembro de 2014. Sobretudo, a pesquisa etnográfica, com duração de quase 18 meses, buscou entender estes atores dentro do contexto da condição pós-moderna, em que estes, mesmos envolvidos em complexos jogos de signos, pelas vias do consumo, legitimam suas disposições entre si e entre os pares, consolidando ou reforçando a manutenção de vínculos em torno da chamada cultura pop.
Abstract: This research aims to focus on the manifestations and social experiences around the young participants of Studio Made In PB, an existing collective in the city of João Pessoa (PB), since 1998, responsible for product, conduct and disseminate activities related to the pop culture in the city. As a term given by the participants of the research, pop culture propels collective and individual actions, revealing authentic and diverse coping mechanisms by such social actors that by appropriating themselves of the purchase of these goods reveal throughout the city lifestyles, identity constructions and group maintenance. By refining the look on the group's activities, the approach followed an ethnographic perspective having as the methodology the actions lived in the field’s work, interviews, informal conversations, virtual community interactions (Facebook) and imagistic registers with the members of the Studio Made In PB. By understanding the consume as a creator social practice, this research reflected on the consumer's role as active - and fandom, teacher, student, creator, staff - exercising strategic positioning on goods choices that open inventive possibilities, maintaining its own social dynamics. Emphasizing the Studio Made In PB as part of the manifestations of youth culture in João Pessoa, the analysis of this research allowed to know the recognition codes construction processes with other social groups in one of the most important activities of the group before their peers: the event "HQPB: comics and pop culture in Paraíba", that took place in November 2014. Above all, ethnographic research, that lasted almost 18 months, sought to understand these actors within the context of postmodern condition, in which they, even involved in complex games of signs in the ways of consumption, legitimize its provisions among themselves and among their peers, consolidating or reinforcing the bonding around the pop culture
Keywords: Juventudes
Pós-modernismo
Cultura Pop
Consumo
Experiências sociais
Youth
Postmodernism
Pop culture
Consume
Social Experiences
metadata.dc.subject.cnpq: CIENCIAS HUMANAS::ANTROPOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraíba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Antropologia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Antropologia
Citation: BRANDÃO, Deyse de Fátima do Amarante. Consumo como experiência social: experimentações, vivências e práticas da cultura pop em um coletivo juvenil. 2015. 154 f. Dissertação (Mestrado em Antropologia) - Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2015.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/8640
Issue Date: 4-Sep-2015
Appears in Collections:Centro de Ciências Aplicadas e Educação (CCAE) - Programa de Pós-Graduação em Antropologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivototal.pdfArquivo Total6,3 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.