Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/8709
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Tempo total e bouts de comportamento sedentário e atores de risco para síndrome matabólica em adolescentes
metadata.dc.creator: Prazeres Filho, Alcides
metadata.dc.contributor.advisor1: Fárias Júnior, José Cazuza de
metadata.dc.description.resumo: O tempo excessivo em exposição à comportamento sedentário tem sido associado a níveis mais baixos de saúde, podendo aumentar o risco de perfil desfavorável nos fatores e escore de risco para síndrome metabólica. Investigações com adolescentes são escassas acerca da relação entre tempo total e bouts em comportamento sedentário e os fatores e escore de risco para síndrome metabólica. OBJETIVO: O objetivo deste estudo foi analisar as associações do tempo total e bouts em comportamento sedentário com fatores e escore de risco para síndrome metabólica em adolescentes de João Pessoa (PB), Brasil. MÉTODOS: Trata-se de estudo epidemiológico transversal, de base escolar, que consistiu na análise dos dados coletados no primeiro ano (2014) do Estudo Longitudinal sobre Comportamento Sedentário, Atividade Física, Hábitos Alimentares e Saúde de Adolescentes - Estudo LONCAAFS. Foram analisados dados em uma subamostra com 572 adolescentes (53,3% do sexo feminino) de 10 a 14 anos de idade do sexto ano do Ensino Fundamental II da rede pública de ensino do município de João Pessoa (PB). O comportamento sedentário foi mensurado por acelerômetros da marca Actigraph GT3X, sendo estimado o tempo médio em horas e número médio de bouts por dia em comportamento sedentário. Os fatores de risco para síndrome metabólica analisados foram: glicose, HDL-c, triglicerídeos e pressão arterial sistólica e diastólica. Determinou-se um escore de risco para síndrome metabólica a partir da soma dos escores z desses fatores. Para analisar a relação entre tempo total e o número médio de bouts por dia em comportamento sedentário e os fatores e escore de risco para síndrome metabólica foi utilizada a regressão linear bruta e ajustada. RESULTADOS: A análise ajustada demonstrou que o tempo total em comportamento sedentário não se associou (p>0,05) aos fatores e ao escore de risco para síndrome metabólica. No sexo masculino, número médio de bouts de 1 a 4 minutos foi inversamente associado à glicose (ß = -0,215; IC95%: -0,376; - 0,054), pressão arterial sistólica (ß = -0,202; IC95%: -0,341; - 0,063), pressão arterial diastólica (ß = -0,131; IC95%: -0,247; - 0,015) e ao escore de risco para síndrome metabólica (ß = -0,074; IC95%: -0,124; - 0,025). No sexo feminino, os bouts de 15 a 30 minutos foi positivamente associado à pressão arterial diastólica (ß = 0,591; IC95%: 0,018; 1,165), e o número bouts de 5 a 9 minutos foi inversamente associado ao escore de risco para síndrome metabólica (ß = -0.096; IC95%: -0,180; -0,012). CONCLUSÃO: Tempo total em comportamento sedentário não apresentou relação com os fatores e o escore de risco para síndrome metabólica. Bouts de curta duração está inversamente associado aos fatores e escore de risco para síndrome metabólica, porém bouts de longa duração parecem promover alterações desfavoráveis nos fatores de risco para síndrome metabólica.
Abstract: Excessive sedentary behavior has been associated with poor health, and may increase the risk of an unfavorable profile in metabolic syndrome risk factors and score. Investigations with adolescents are scarce with respect to the relationship between total time and bouts of sedentary behavior and metabolic syndrome risk factors and score. OBJECTIVE: The objective of this study was to analyze the associations between total time and bouts of sedentary behavior and metabolic syndrome risk factors and score in adolescents from João Pessoa, Paraiba (PB) state, Brazil. METHODS: This is a school-based cross-sectional epidemiological study that analyzed data collected in the first year (2014) of the Longitudinal Study on Sedentary Behavior, Physical Activity, Food Habits and Health of Adolescents – LONCAAFS study. We analyzed data from a subsample of 572 adolescents (53.3% female) aged between 10 and 14 years, enrolled in Fundamental II (grades 6-9) of the public school system in João Pessoa (PB). Sedentary behavior was measured using an Actigraph GT3X accelerometer, mean time was estimated in hours and mean number of bouts per day of sedentary behavior was recorded. The metabolic syndrome risk factors analyzed were: glucose, HDL-c, triglycerides and systolic and diastolic pressure. The metabolic syndrome risk score was determined from the sum of z-scores of these factors. Crude and adjusted linear regression was used to analyze the relationship between total time and the mean number of bouts per day of sedentary behavior and metabolic syndrome risk factors and score. RESULTS: Adjusted analysis demonstrated that total time spent in sedentary behavior was not associated (p>0.05) with metabolic syndrome risk factors and score. In males, the mean number of 1 to-4-minute bouts was inversely associated with glucose (ß = -0.215; 95%CI: -0.376; - 0.054), systolic blood pressure (ß = -0.202; 95%CI: -0.341; - 0.063), diastolic blood pressure (ß = -0.131; 95%CI: -0.247; - 0.015) and metabolic syndrome risk score (ß = -0.074; 95%CI: -0.124; - 0.025). In females, the mean number of 15 to-30-minute bouts was positively associated with diastolic blood pressure (ß = 0.591; 95%CI: 0.018; 1.165) and the mean number of 5 to-9-minute bouts was inversely associated with the metabolic syndrome risk score (ß = -0.096; 95%CI: -0.180; -0.012). CONCLUSION: Total sedentary behavior time showed no relationship with metabolic syndrome factors and score. Short-duration bouts are inversely associated with metabolic syndrome factors and score, but long-duration bouts seem to promote unfavorable alterations in metabolic syndrome risk factors.
Keywords: Jovem
Sedentarismo
Fatores cardiometabólicos
Atividade Motora
Young
Sedentarism
Cardiometabolic Factors
Motor Activity
metadata.dc.subject.cnpq: CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraíba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Enfermagem
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Enfermagem
Citation: PRAZERES FILHO, Alcides. Tempo total e bouts de comportamento sedentário e atores de risco para síndrome matabólica em adolescentes. 2016. 128 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2016.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/8709
Issue Date: 15-Apr-2016
Appears in Collections:Centro de Ciências da Saúde (CCS) - Programa de Pós-Graduação em Enfermagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo total.pdf4,28 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.