Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/8843
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Caracterização molecular dos sorotipos da dengue e correlação dos índices pluviométricos e dos casos de dengue na Paraíba, no período de 2007-2015
metadata.dc.creator: Gomes, Isabel Cristina Guerra
metadata.dc.contributor.advisor1: Lima, Tatjana Keesen de Souza
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Amaral, Ian Porto Gurgel do
metadata.dc.description.resumo: A dengue pertence à família Flaviviridae, gênero Flavivírus e é uma infecção viral transmitida por mosquitos. A doença pode ser originada por qualquer um dos quatro sorotipos DENV que podem ser categorizados em: DENV-1, DENV-2, DENV-3, e DEN-4. O principal vetor é o Aedes aegypti, seguido pelo Aedes albopictus, sendo a propagação da dengue atribuída à expansão de nichos dos vetores, bem como, pelo comércio global e aumento de viagens, a urbanização não planejada, e má gestão de resíduos e água. Dessa forma, o clima é considerado um fator importante na distribuição temporal e espacial das doenças transmitidas por vetores. Apesar de ser a arbovirose mais prevalente em todo o mundo, a dengue tem sido negligenciada nos últimos anos. Devido a recentes surtos epidêmicos de diferentes arbovírus, como zika (ZIKV) e chikungunya (CHIKV) em todo o mundo, houve um alerta para as autoridades de saúde em relação a transmissão e propagação das arboviroses. Assim, este estudo avaliou a classificação e as características clínicas dos casos de dengue, obtidas a partir das fichas de notificação do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN). A incidência mensal de casos de dengue foi calculada pela população do ano/100.000 habitantes. A detecção e genotipagem dos sorotipos DENV utilizou a técnica nested RT-PCR, entre 2007-2015, e em 2016 para diagnóstico diferencial foi realizada a técnica PCR em tempo real (qPCR) para ZIKV e CHIKV. Além disso, este trabalho analisou a correlação entre a precipitação pluviométrica e casos de dengue entre 2007 e 2015, na cidade de João Pessoa - PB, Nordeste do Brasil. Os dados de precipitação foram coletados mensalmente através da sonda TRMM. A fim de identificar a influência dos casos de chuva e dengue, foram considerados diferentes modelos de defasagem distribuída. Os resultados mostraram que, em relação ao período de 2007 a 2015, foram notificados 55680 casos confirmados de dengue na Paraíba. Houve uma maior prevalência de infecção em indivíduos com idade entre 15-34 anos, em todos os anos estudados. Nossos resultados demonstraram a ocorrência da correlação (r ˃0.50) entre a precipitação e casos de dengue, esses apresentaram um aumento nos primeiros meses após o período chuvoso, demonstrando, pois resultados mais significativos ao considerar um lag de três meses. O DENV-1 foi o vírus mais prevalente (80,48%) em todos os anos estudados e a co-circulação dos quatro sorotipos DENV foi observada em 2010, 2013 e 2014. Além disso, observou-se a circulação simultânea de casos de dengue, zika e chikungunya em 2016, demonstrando a predominância dos casos de zika, seguido dos casos de chikungunya. Portanto, a caracterização molecular e a análise de correlação entre número de casos de dengue e precipitação pluviométrica são ferramentas importantes no futuro desenvolvimento de predição não só de casos de dengue, como também das arboviroses emergentes no estado da Paraíba, como a zika e a chikungunya.
Abstract: Dengue belongs to the Flaviviridae family, genus Flavivirus and is a mosquito-borne viral infection. Dengue can be originated by any of the four DENV serotypes that can be categorized into: DENV-1, DENV-2, DENV-3, and DENV-4. The major vector is Aedes aegypti alongside with Aedes albopictus, and the spreading of dengue is attributed to the expansion in the niche of the vectors as well as by the global trade and travel increase, unplanned urbanization, and bad management of waste and water. Consequently, climate is considered an important factor in the temporal and spatial distribution of vector borne diseases. Despite being the most prevalent arbovirus disease worldwide, dengue has been neglected in the last years. Only through recent epidemic profile outbreaks of different arboviruses, such as zika (ZIKV) and chikungunya (CHIKV) all around the world promoted an alert to health authorities towards those diseases. Thus, this study evaluated the clinical characteristics and classification obtained from Information System for Notifiable Diseases (SINAN) reporting files. The monthly incidence of dengue cases was calculated by year/100,000 inhabitants. The detection and genotyping of DENV was done using nested RT–PCR, between 2007-2015, and in 2016 differentiation diagnostic was performed with real time PCR (qPCR) for ZIKV and CHIKV. Besides, this study evaluated the correlation between rainfall precipitation and dengue cases from 2007 to 2015, in João Pessoa-PB, Brazil Northeast. Data of rainfall were collected monthly through TRMM probe. In order to identify the influence of rainfall and dengue cases different distributed lag models were considered. Concerning the period of 2007 to 2015, results showed 55680 confirmed cases of dengue were reported in Paraiba. There was a higher prevalence of infection in patients aged between 15-34 years in all studied years. Our results demonstrated that the correlation (r ˃0.50) between rainfall and dengue cases occurrence increased in the first months after the rainy season, presenting more significant results considering a lag of three months. DENV 1 was the most identified virus (80.48%) in all studied years and co-circulation of the four DENV serotypes was observed in 2010, 2013 and 2014. Furthermore, we observed the simultaneous circulation of dengue, zika and chikungunya cases in 2016, and demonstrated a predominance of zika cases followed by chikungunya cases. Therefore, molecular characterization and correlation of dengue cases and rainfall data analyses may be useful for the future development of prediction technology towards dengue cases as well as others arboviruses, such as zika and chikungunya.
Keywords: Epidemiologia
Dengue
DENV
Arbovírus
Fatores climáticos
Precipitação pluviométrica
metadata.dc.subject.cnpq: CIENCIAS BIOLOGICAS
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraíba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Biotecnologia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia
Citation: GOMES, Isabel Cristina Guerra. Caracterização molecular dos sorotipos da dengue e correlação dos índices pluviométricos e dos casos de dengue na Paraíba, no período de 2007-2015. 2016. 76 f. Dissertação (Mestrado em Biotecnologia)- Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2016.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/8843
Issue Date: 1-Nov-2016
Appears in Collections:Centro de Biotecnologia (CBIOTEC) - Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivototal.pdf3,07 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.