Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/8881
metadata.dc.type: Tese
Title: Faces do agir docente em projetos cooperativos de internacionalização: uma leitura interacionista sociodiscursiva de representações sobre políticas de idiomas estrangeiros no contexto dos Institutos Federais
metadata.dc.creator: Cavalcante, Rivadavia Porto
metadata.dc.contributor.advisor1: Medrado, Betânia Passos
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Btrmckart, Ecaterine Bulea
metadata.dc.description.resumo: O presente trabalho é a materialização de um estudo realizado com duas professoras de idiomas (Português e Inglês) a serviço dos projetos cooperativos de internacionalização dos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia (IFs). O principal objetivo foi investigar as representações construídas pelas referidas educadoras ao empreender ações em favor da implantação de uma política linguística específica para o fomento de práticas de idiomas de acordo com as particularidades dos programas ofertados nessas instituições. A motivação para este estudo repousa no fato de que, no contexto de implementação das políticas de línguas (PL) nos IFs, as referidas professoras, atuando também como assessoras internacionais em suas respectivas instituições, recontextualizam (interpretam e recriam) essas políticas. Para atingir os propósitos da tese, pautei-me na análise de textos-discursos de natureza escrita, ou seja, documentos produzidos coletivamente, com a participação das referidas docentes. Além disso, analisei entrevistas semiestruturadas realizadas com essas colaboradoras acerca do andamento das suas atividades no quadro social de interação das instituições pesquisadas. As leituras dos dados foram feitas com base no aporte teórico e metodológico do Interacionismo Sociodiscursivo (ISD), que prioriza o fenômeno das práticas na análise dos textos-discursos. Considerando a especificidade do objeto investigado, estabeleci um acoplamento dos pressupostos do ISD (BRONCKART, 1999, 2008b; BULEA, 2014a) com as contribuições conceituais oriundas da Linguística Aplicada e das Políticas Linguísticas (SPOLSKY, 2004, 2009; SHOHAMY, 2006, 2009; MENKEN e GARCIA, 2010; HÉLOT, 2014), além das teorizações da Sociologia da Educação (BALL et. al., 1992, BALL, 1993, 1994, 2006). Esses aportes complementares priorizam igualmente, em suas abordagens, as práticas contextualizadas como o elemento mais forte na definição de uma política. A metodologia utilizada foi orientada pelo modelo atualizado de análise de textos proposto por Bronckart (2008a, 2008b, 2010a), Bulea e Bronckart (2008) e Bulea (2010, 2014b) e as contribuições da hermenêutica interpretativa de Rastier (1998, 2001a, 2009). Na análise dos dados, os textos escritos e orais foram o ponto de partida. Primeiramente, considerei os aspectos do universo sociopolítico e cultural do momento histórico que influenciaram as condições/situações do contexto de produção e recepção, e, em seguida, as suas propriedades estruturais e funcionais internas. Os resultados do estudo evidenciaram que as duas Professoras Assessoras, ao se confrontarem com a inadequação das políticas públicas educacionais do Estado em seus contextos institucionais, construíram conhecimentos e saberes que estão materializados na implementação de uma proposta alternativa de política linguística que está representada em seus Projetos de Centros de Idiomas (PCI), como ação de fomento à internacionalização dessas instituições. Os dados revelam o papel social, ativo e determinante das Professoras Assessoras na formulação e implementação de PL. Ao adequá-la às necessidades do contexto institucional, os seus sentidos foram (re)definidos conforme as representações das docentes. O PCI, em processo de concretização, tem reconfigurado os objetivos e as finalidades de ensinar e aprender línguas estrangeiras nas instituições pesquisadas. Nele, foram agregadas práticas inovadoras, culturais e colaborativas - as parcerias internacionais, os testes de proficiência e a cooperação de estagiários estrangeiros - dentre outras, integrando diferentes idiomas com vistas à mobilidade acadêmica. Destarte, as representações construídas e as ações implantadas pelas Professoras Assessoras têm alterado os padrões institucionais, o coletivo docente e o modelo de formação proposto no âmbito da internacionalização da Formação Profissional, Científica e Tecnológica desta década.
Abstract: This thesis performs a study with two language teachers (Portuguese and English) teachers who are engaged in internationalization cooperative projects of the Federal Institutes of Education. Science and Technology (IFs).The main goal was to investigate representations constructed by such teachers who act in favor of a specific language policy implementation in order to develop language practices according to those institutions specific programs. This study is motivated by the fact that, when it comes to language policies implementation context, teachers also act as international advisors in their respective institutions. They recontextualize (interpret and recreate) policies.To achieve the thesis purposes, I adopted a discursive analysis of written texts, that is, documents produced collectively, with the participation of these educators. Besides, I analyzed semi-structured interviews done with the collaborators to understand their activities progress in social background of surveyed institutions. Data analysis were based on Sociodiscursive Interactionism (ISD) theoretical and methodological contributions, which prioritize praxis phenomenon in texts-discourse analysis. Considering the object particularities under investigation, I established a coupling between the ISD assumptions (BRONCKART, 1999, 2008b; BULEA, 2014a), the conceptual contributions of Applied Linguistics and Language Policies (SPOLSKY, 2009, 2004; SHOHAMY, 2006, 2009; MENKEN and GARCIA, 2010; HÉLOT, 2014) and Education Sociology theories (BALL et. Al., 1992, 1993, 1994, BALL, 2006).These additional contributions prioritize in their approaches, practices as the strongest element in the definition of a policy. Such complementary contributions also approach contextualized practices as the strongest element in defining a policy. Methodology proceedings was guided by text analysis updated model proposed by Bronckart (2008a, 2008b, 2010a), Bulea & Bronckart (2008) and Bulea (2010, 2014b), along with interpretative hermeneutics contributions by Rastier (1998, 2001a, 2009). About data analysis, written and oral texts were considered as a starting point. At first, I measured aspects of socio-political and cultural universe related to the historical moment that influenced conditions/situations correlated to production and reception conditions, followed by its internal structural and functional properties. Study results revealed that the two Advisor Teachers, when confronted with State inadequate public educational policies in their institutional contexts, built knowledge embodied to implementation of alternative proposal for language policy represented in their “Projetos de Centro de Idiomas” (PCI, Language Center Projects), such as fostering international action designed to such institutions. Data evidence the social, active and decisive role performed by Advisor Teachers to formulate and implement Language Policies. When the teachers adapt those policies to institutional needs, their meanings were (re) defined according to teachers’ representations. PCI implementation process has reshaped goals and purposes of teaching and learning foreign languages in surveyed institutions. Innovative, cultural and collaborative practices were added in PCI, such as international partnerships, skill tests and cooperation of foreign trainees, among others, in order to integrate different languages to achieve academic mobility. Thus, representations and actions performed by Advisor Teachers have changed institutional standards, as well as the teaching staff and the training model proposed in terms of professional, scientific and technological formation driven by internationalization patters in this decade.
Keywords: Formação Profissional e Tecnológica
Internacionalização
Linguagem
Políticas de línguas
Representações docentes
Professional and technological formation process
Internationalization
Language
Language policies
Teachers’ representations
metadata.dc.subject.cnpq: LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraíba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Linguística e ensino
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Linguística
Citation: CAVALCANTE, Porto Rivadavia. Faces do agir docente em projetos cooperativos de internacionalização: uma leitura interacionista sociodiscursiva de representações sobre políticas de idiomas estrangeiros no contexto dos Institutos Federais. 2016. 292 f. Tese (Doutorado em Linguística) - Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2016.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/8881
Issue Date: 12-Jul-2016
Appears in Collections:Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA) - Programa de Pós-Graduação em Linguística

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivototal.pdf3,18 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.