Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/8921
metadata.dc.type: Dissertação
Title: A produção de artigos de opinião por alunos do ensinodo ensino fundamental: A construção da contra-argumentação mediada por operadores de conformidade e contraposição
metadata.dc.creator: Barros, João Batista da Silva
metadata.dc.contributor.advisor1: Nicolau, Roseane Batista feitosa
metadata.dc.description.resumo: A presente dissertação, fruto de uma pesquisa-ação de caráter essencialmente qualitativo, evidencia ações didático-pedagógicas desenvolvidas com alunos do 9º ano do Ensino Fundamental de uma escola da rede municipal de ensino de João Pessoa. Tais ações objetivaram, principalmente, mais que fazer esses alunos produzirem artigos de opinião, possibilitar-lhes situações de estudo e reflexão sobre o uso dos operadores de conformidade e contraposição não exclusivamente pelo viés classificatório, mas por suas possibilidades de uso efetivo no texto para a evidenciação e/ou contraposição de argumentos. Além disso, ao assumirmos um posicionamento didático-pedagógico que não foque meramente no estudo da língua por um viés exclusivamente metalinguístico, mas que o efetive por meio da reflexão sobre as possibilidades de uso prático de nosso instrumental linguístico, percebemos que isso só pode ocorrer no interior de um determinado gênero discursivo/textual. Diante disso, precisamos nos amparar teoricamente para concretizar nosso trabalho. Para compor nossa base teórica sobre ensino de língua materna, distinguindo, inclusive, o ensino metalinguístico do ensino epilinguístico, recorremos aos documentos oficiais que regem a Educação no país e a teóricos como Antunes (2003, 2007), Callou (2014), Franchi (2006), Geraldi (2003), Neves (2007, 2012, 2014), Silva (2001), entre outros que se dedicam a estudar a língua e o ensino como forma de promoção da reflexão sobre a comunicação e sobre as (inter)ações linguísticas que efetuamos cotidianamente. Para nos iluminar no que concerne aos estudos sobre a argumentação, marca essencial do gênero discursivo/textual artigo de opinião, recorremos a Carel (2002), Ducrot (1987, 2009), Freitas (2008), Nascimento (2012), Nunes (2016), Pacheco (2016), Perelman (1987) e mais alguns que se empenham a analisar esse fenômeno da comunicação e interação humanas. Por último, precisamos de amparo no tocante ao conceito de gênero discursivo/textual e de como se processa o uso dos operadores em um texto argumentativo. Nesse sentido, foram essenciais as concepções teóricas de Bakhtin (2011), Bräkling (2000), Bronckart (2006, 2012), Kersch (2014), Koch (2011), Koch e Elias (2016), Nascimento (2012), Rodrigues (2000) e outros tantos que também se dedicam a pesquisar o processo de comunicação e interação humanas por meio da língua/linguagem. Uma vez amparados teoricamente, pomos em prática nossas atividades didático-pedagógicas planejadas, efetivando, assim, o processo de ensino-aprendizagem pretendido. Terminadas as aplicações, definimos um corpus de 12 textos (6 versões iniciais e 6 versões finais), produzidos pelos alunos, para serem analisados. Fazendo a análise comparativa entre as produções iniciais e finais desses alunos, pudemos perceber o quanto evoluíram em ralação à ampliação de suas competências e habilidades linguístico-discursivas ao longo das 20 aulas ministradas, principalmente no que se refere à capacidade de uso dos operadores argumentativos para evidenciar e/ou contrapor argumentos dentro de uma artigo de opinião.
Abstract: The present dissertation, characterized as an action research, evidences didactic-pedagogical actions developed with students of the 9th grade of Elementary School from a school of the municipal teaching network in João Pessoa. These actions aimed mainly more than making these students produce opinion articles, enabling them to study and reflect on the use of the operators of conformity and contraposition not exclusively by the classification bias, but by their possibilities of effective use in the text for the evidence and/or contraposition of arguments. Moreover, by assuming a didactic-pedagogical position that does not focus only on the study of language by a purely metalinguistic bias, but that also makes it effective throughout reflection on the possibilities of practical use of our linguistic instruments, we realize that this can only occur within a certain discursive / textual genre. Assuming this position, we need to be theoretically grounded to promote our work. In order to compose our theoretical basis on mother language teaching, even distinguishing the metalinguistic teaching from the epilinguistic one, we use the official documents that rule the Education in the country and theorists such as Antunes (2003, 2007), Callou (2014), Franchi (2006), Geraldi (2003), Neves (2007, 2012, 2014), Silva (2001), among others that study language and teaching as a way of promoting reflection on communication and on linguistics (inter)actions that we carry out on a daily basis. In order to enlighten us with regard to the studies on argumentation that is the essential mark of the discursive/textual genre essay we refer to Carel (2002), Ducrot (1987, 2009), Freitas (2008), Nascimento (2012), Nunes (2016), Pacheco (2016), Perelman (1987), and a few others who try to analyze this phenomenon of human communication and interaction. Finally, we need theoretical support regarding the concept of discursive / textual genre and how the use of operators is processed in an argumentative text. In this sense, they were essential the theoretical conceptions of Bakhtin (2011), Bräkling (2000), Bronckart (2006, 2012), Kersch (2014), Koch (2011), Koch and Elias (2016), Nascimento (2012), Rodrigues (2000) and others that are also dedicated to research the process of human communication and interaction through language. Once theoretically supported, we put into practice our planned didactic-pedagogical activities, thus effecting the intended teaching-learning process. After completing the applications, we defined a corpus of 12 texts (6 initial versions and 6 final versions) produced by the students in order to be analyzed. By making the comparative analysis between the initial and final productions of these students, we were able to perceive how much they evolved in relation to the expansion of their linguistic-discursive skills and abilities along the 20 classes taught, mainly regarding the capacity of using argumentative operators to evidence and/or oppose arguments within an essay.
Keywords: Ensino de língua materna
Produção textual
Artigo de opinião
Operadores argumentativos
Contra-argumentação
language teaching
Text production
Essay
Argumentative operators
Counter-argumentation
metadata.dc.subject.cnpq: LETRAS::LINGUA PORTUGUESA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraíba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Letras
metadata.dc.publisher.program: Mestrado Profissional em Letras (Profletras)
Citation: BARROS, João Batista da Silva. A produção de artigos de opinião por alunos do ensino do ensino fundamental: A construção da contra-argumentação mediada por operadores de conformidade e contraposição. 2016. 143 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Letras) - Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2016.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/8921
Issue Date: 25-Nov-2016
Appears in Collections:Centro de Ciências Aplicadas e Educação (CCAE) - Mestrado Profissional em Letras (Profletras)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivototal.pdf2,27 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.