Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/8925
metadata.dc.type: Tese
Title: Narrativas indígenas: construindo identidades e constituindo-se em fontes de informação
metadata.dc.creator: Bezerra Paiva, Eliane
metadata.dc.contributor.advisor1: Ignez Novais Ayala, Maria
metadata.dc.description.resumo: Trata-se de uma pesquisa de Doutorado, que se baseia numa concepção de linguagem, como uma prática social, e no dialogismo (BAKHTIN, 2010a, 2010b), como um fenômeno natural e próprio do discurso humano. Ancorada na abordagem dos Estudos Culturais, a pesquisa tem como objetivo geral investigar como as narrativas dos Potiguara constituem espaço para a construção de suas identidades e fontes de informação indígena. A metodologia adotada foi a História Oral (MEIHY; HOLANDA, 2010) e as técnicas da entrevista e da observação participante. A pesquisa abrangeu a análise de narrativas escritas e orais e constou de duas fases: a primeira, uma pesquisa bibliográfica e na Internet, e a segunda, uma pesquisa de campo. A coleta de dados correspondeu à gravação das narrativas orais que foram obtidas nas aldeias dos Potiguara, localizadas nos municípios de Rio Tinto, Marcação e Baía da Traição, no estado da Paraíba. O estudo das narrativas escritas baseou-se na análise do livro “Os Potiguara pelos Potiguara” (OS POTIGUARA..., 2005). Os resultados da pesquisa apontam que a linguagem das narrativas constitui elemento de (re)construção da identidade dos Potiguara, e suas narrativas são fontes de informação a partir da interpretação dos usuários. Além disso, corroboram que o conto popular é um fazer dentro da vida (AYALA, 2011). Utilizando-se de diversas vozes, os Potiguara estabelecem diálogos com os interlocutores e constroem o seu discurso, a partir do discurso do outro (BAKHTIN/VOLOCHÍNOV, 2009). As narrativas dos Potiguara indicam uma ruptura com o discurso do colonizador, posto que demonstram a incorporação de novos valores, ou seja, trata-se da ressignificação dos valores preexistentes no discurso do colonizador. Ao se descreverem, os Potiguara apontam novos valores: são trabalhadores da lavoura da cana, ou do mangue, habitam em casas, e não, nas florestas, e participam de diferentes religiões que tornaram suas também. O discurso dos Potiguara desprende o presente do passado e apresenta um contradiscurso que nega os estereótipos produzidos pelos colonizadores. Trata-se, pois, de um discurso de resistência.
Abstract: This is a doctoral research based on both, the concept of language as a social practice and on dialogism (BAKHTIN, 2010a, 2010b) as a natural phenomena of human discourse. Supported by Cultural Studies approach this work aims at investigating how the Potiguara narratives are constituted as an element to build up the Indians identities and to be a source of Indian information. The methodology applied was the Oral History (MEIHY; HOLANDA, 2010), the interview techniques and the participant observation. The work involved the analysis of written narratives and oral narratives and was developed in two moments: the first, a bibliographical and Internet research and the second, a field research. The data collection corresponded to the recording of oral narratives obtained in the Potiguara Indian settlement located in the cities of Rio Tinto, Marcação and Baía da Traição, in the State of Paraíba. The study of written narratives was done by the analysis of the book “Os Potiguara pelos Potiguara” (OS POTIGUARA…, 2010). By the use of different voices, the Potiguara people establish dialogues with the interlocutors and build their own discourse from others´ discourses (BAKHTIN/VOLOCHÍNOV, 2009). The research results show that the narrative language constitutes an element of (re)construction of the Potiguara identity and these narratives constitute Indian information source according to the users´ interpretation. Besides, the narratives corroborates the fact that popular short story is an elaboration within life (AYALA, 2011). The Potiguara narratives indicate the rupture with the colonizer discourse, once they demonstrate the incorporation of new values, that is to say that they resignify the previews colonizers´ values. When the Potiguara describe themselves, they stress new values such as: they are workers in sugar cane plantation or in the marshy ground, they live in houses not in the forest, and they take part in different religious practices. The Potiguara discourse releases the present from the past and introduces a counter discourse which negates the stereotypes produced by the colonizers; it is a discourse of resistance.
Keywords: Narrativas indígenas
Dialogismo
Identidade indígena
Fonte de informação
Potiguara
Indian narrative
Dialogism
Indian identity
Information source
Potiguara
metadata.dc.subject.cnpq: LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraíba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Linguística e ensino
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Linguística
Citation: PAIVA, Eliane Bezerra. Narrativas indígenas: construindo identidades e constituindo-se em fontes de informação. 2013. 200 f. Tese (Doutorado em Linguística) - Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2013.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/8925
Issue Date: 8-Mar-2013
Appears in Collections:Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA) - Programa de Pós-Graduação em Linguística

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivototal.pdfArquivo Total2,99 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.