Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/9219
metadata.dc.type: Tese
Title: Atenção conjunta: o jogo da referência na realidade virtual
metadata.dc.creator: Costa Filho , José Moacir Soares da
metadata.dc.contributor.advisor1: Cavalcante, Marianne Carvalho Bezerra
metadata.dc.description.resumo: O objetivo desta pesquisa é verificar como o processo de atenção conjunta se constitui na interação da criança com o ambiente virtual, representado pelo jogo Mimi©, e de que forma contribui para a consolidação da referência frente a este contexto diferenciado de interação virtual. Esse jogo possui dez fases que progridem em termos de complexidade narrativa, nas quais o jogador precisa executar tarefas para ajudar um personagem humano a cuidar do gatinho Mimi. Para alcançar o objetivo proposto, analisamos dados coletados com vinte crianças na faixa etária de 22 a 65 meses. Essas crianças, dez do sexo masculino e dez do sexo feminino, foram distribuídas em três grupos com base na faixa etária, considerando o intervalo entre a idade da criança mais nova e da criança mais velha. Desse modo, o grupo A é composto por crianças de 22 a 36 meses; o grupo B, por crianças de 37 a 51 meses; e grupo C, por crianças de 52 a 65 meses. Os dados foram coletados em uma escola privada da cidade de João Pessoa, na Paraíba, onde as crianças participantes estão matriculadas em séries da Educação Infantil. Cada criança foi convidada a jogar duas vezes com o jogo Mimi© e os dados desta interação com o aplicativo foram gravados por meio de duas câmeras, uma captando o ambiente e a outra captando a tela do tablet durante os movimentos da criança para cumprir as tarefas do jogo. Como base teórica para nossa pesquisa utilizamos principalmente as contribuições de Tomasello (1995; 2003; 2005; 2008), Bruner (1975; 1983) e Carpenter et. al. (1998) sobre a atenção conjunta na aquisição da linguagem, cuja origem é discutida considerando as contribuições do gesto de apontar (CAVALCANTE, 1994; FRANCO, 2005), a noção de intencionalidade (BOSA, 2002; MELO, 2015) e a relação entre atenção conjunta e referência linguística (CAIRNS, 1991; BLÜHDORN, 1999; MARCUSCHI, 2002; DIESSEL, 2006). Também trazemos de Lévy (2011) a discussão sobre a realidade virtual, que norteia a interação de atenção conjunta no formato virtual. A análise dos dados, realizada quantitativamente e qualitativamente, destaca que a atenção conjunta virtual se sustenta por meio do formato tradicional deste processo. Além disso, os dados confirmam a imbricação da atenção conjunta e da referência linguística, já que é nas cenas de atenção conjunta que as noções de pessoa, espaço e tempo se constituem na linguagem da criança.
Abstract: The aim of this research is to verify how the process of joint attention is constituted in child‟s interaction with the virtual environment represented by the virtual game Mimi©, and how it contributes to the consolidation of reference inside the virtual interaction environment/context. This game is composed by ten phases that evolve in terms of narrative complexity, in which the player needs to perform tasks that help a human character to look after the kitten Mimi. To achieve the purpose of this study, we analyse data collected from twenty children ranging from 22 to 65 months old. These children, ten boys and ten girls, were allocated in three groups according to their age level, considering the interval between the youngest child and the oldest one. Thus, group A is composed by 22 to 36 month-old children; group B by 37 to 51 month-old children; and group C by 52 to 65 month-old children. The data were collected at a private school in João Pessoa, Paraíba, where the children are enrolled at Kindergarten. Each child was invited to play the Mimi game twice and the data of based on the app interaction were recorded through two cameras, one capturing the environment, and the other capturing the tablet screen during the child‟s movements to perform the game tasks. The theoretical framework draws on contributions from Tomasello (1995; 2003; 2005; 2008), Bruner (1975; 1983), and Carpenter et. al. (1998) about joint attention in the field of language acquisition. We also discuss the origins of joint attention considering the contributions of pointing gesture (CAVALCANTE, 1994; FRANCO, 2005), the notion of intentionality (BOSA, 2002; MELO, 2015), and the relationship between joint attention and linguistic reference (CAIRNS, 1991; BLÜHDORN, 1999; MARCUSCHI, 2002; DIESSEL, 2006). Lévy‟s (2011) discussion about virtual reality guides our approach on joint attention interaction in the virtual composition. The analysis of the data, conducted quantitatively and qualitatively, pinpoints at first that virtual joint attention is a format supported by traditional joint attention. Moreover, our data confirm the imbrication of the processes of joint attention and linguistic reference since it is in the joint attention scenes that the notions of person, space and time are constituted in the child language.
Keywords: Atenção conjunta
Referência linguística
Aquisição da linguagem
Realidade virtual
Joint attention
Linguistic reference
Language acquisition
Virtual reality
metadata.dc.subject.cnpq: LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraíba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Linguística e ensino
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Linguística
Citation: COSTA FILHO, José Moacir Soares da. Atenção conjunta: o jogo da referência na realidade virtual. 2016. 215 f. Tese (Doutorado em Linguística)-Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2016.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/9219
Issue Date: 27-Oct-2016
Appears in Collections:Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA) - Programa de Pós-Graduação em Linguística

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivototal.pdfArquivo Total3,09 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.