Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/9354
metadata.dc.type: Tese
Title: Água de beber, água de beber camará: uma análise do sistema de marketing da água a partir da perspectiva de macromarketing
metadata.dc.creator: Silva, Arielle Pinto
metadata.dc.contributor.advisor1: Abreu, Nelsio Rodrigues de
metadata.dc.description.resumo: A presente tese estuda o sistema de marketing de água com a finalidade de beber, representado em sua maioria pela modalidade de água da torneira e água engarrafada. Assumimos como argumentos de tese que este sistema está desequilibrado e que o consumo de água engarrafada acarreta problemas sociais, econômicos e ambientais. Para o desenvolvimento desta proposta, elaboramos quatro objetivos e conduzimos duas pesquisas empíricas (quantitativa e qualitativa). O primeiro objetivo foi o de apresentar a configuração do Sistema de Marketing da Água (SMA) para finalidade de beber. Por tanto, fizemos a descrição de todos os elementos que formam o SMA: entradas, agentes, fluxos, atividades, saídas, contexto e outros sistemas. Propusemos que o Estado é um agente com papel especial e que o Marketing é uma área acadêmica que pode contribuir para aprimorar os resultados do sistema. Prosseguimos apresentando os elementos centrais para harmonizar as situações decorrentes de desequilíbrios: eficiência, teoria do stakeholder, justiça distributiva e sustentabilidade. Em seguida, designamos compreender as variáveis que influenciam a predisposição do consumidor a substituir água engarrafada por água da torneira (direto ou filtrada). Desenvolvemos um questionário que foi aplicado de forma presencial e on-line com consumidores de todo o Brasil. No total, conseguimos uma amostra de 798 questionários válidos. Para as análises estatísticas, realizamos Regressão Multivariada, Theil-Sen e Quantílica. Desta forma, encontramos que as variáveis ‘características organolépticas’, ‘risco para saúde’ e ‘atitude em relação à água da torneira’ influenciam a propensão de substituição para água direto da torneira; e ‘características organolépticas’, ‘risco para saúde’, ‘indicadores contextuais’, ‘atitude’ e, ainda, ‘confiança no governo’ influenciam quando a intenção é pela substituição por água tratada. Em adição, aplicamos a análise de variância e constatamos que, a depender da renda do consumidor, existe variação na predisposição a substituir água engarrafada por água direto da torneira. Depois, tencionamos apresentar práticas de incentivo para o consumo de água da torneira desenvolvidas por agentes do SMA. Realizamos coleta de dados através de uma pesquisa documental e da realização de entrevistas. Encontramos que pelo menos três agentes diferentes do SMA (companhias, ONG e Estado) encorajam o consumo de água da torneira, desenvolvendo ações que se encaixam em três recortes teóricos: marketing social, educação do consumidor e regulação de mercado. Ainda, constatamos que os agentes entrevistados consideram que: o SMA está desequilibrado, que a informação é chave do processo de educação, e que as empresas de água engarrafada intensificaram ações de comunicação para promovê-la como melhor opção para ingestão, entre outras verificações. Em decorrência destas etapas realizadas, concluímos que existe uma situação de desequilíbrio no SMA e que o consumo de água engarrafada gera alguns problemas. Por fim, visamos apontar direcionamentos em prol do equilíbrio a serem conduzidos pelo Estado e pelo Marketing a partir dos resultados encontrados, o que resultou na proposição de um conjunto de ações e direcionamentos para esses dois agentes.
Abstract: This thesis is aimed at studying the marketing system of water which is meant to be drunk, represented mainly by the modalities of tap water and bottled water. The main point of our thesis is that the aforementioned system is unbalanced and that bottled water consumption provokes social issues, both economic and environmental. In order to develop such proposition, we structured four objectives and carried out two empirical researches (qualitative and quantitative research). The first objective was to present how the Water Marketing System (SMA) works with water that is meant to be drunk. To achieve that, we described all the elements that form the SMA: entrances, agents, flows, activities, exits, context and other systems. We propose that the State is an agent with a special role and that Marketing is an academic field which can contribute to enhance the results in the system. Furthermore, we presented special elements that are central to harmonize the situations caused by unbalance: efficiency, stakeholder theory, distributive justice and sustainability. Moreover, we intended to understand the variables that influence in the consumer predisposition to replace bottled water for tap water (straight out of the tap or filtered). We developed a questionnaire for consumers all over Brazil, which was applied both face to face and online, out of which we have used a sample of 798 valid questionnaires. To manage statistical data, we applied multivariate regression techniques, Theil-Sen and quantile. That way, we found the following variables: “organoleptic characteristics”, “health risk” and “attitude towards tap water” influence in the likeability of replacement of tap water straight from the tap and “organoleptic characteristics”, “health risk”, “context indicators”, “attitude” and even “trust in government” influence when the intention is to replace and use treated water. In addition, we applied the analysis of variance and figured that, depending on the income of the consumer, there is variation in the predisposition to replace bottled water for tap water. Besides, we intend to present practices of incentive for the consumption of tap water developed by agents of SMA. We carried out the data collection through a documented research and interviews. We found that at least three different SMA agents (companies, NGO and State) encourage the consumption of tap water, developing actions that fit three theoretical frames: social marketing, consumer’s education and market regulation. Still, we note that the interviewed agents consider: that SMA is unbalanced, that information is key in the education process, that the bottled water companies intensify communication actions in order to promote bottled water as the best option for ingestion, amongst other findings. As a result of such steps, we conclude that there is a situation of unbalance in the SMA and that bottled water consumption generates a few problems. To sum up, we point to targets in support of the balance to be conducted by State and Marketing through the results we found, which led to a proposition of actions and target ideas for these two agents.
Keywords: Sistema de marketing da água
Desequilíbrio
Água engarrafada
Água da torneira
Water marketing system
Unbalance
Bottled water
Tap water
metadata.dc.subject.cnpq: CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraíba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Administração
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Administração
Citation: SILVA, Arielle Pinto. Água de beber, água de beber camará: uma análise do sistema de marketing da água a partir da perspectiva de macromarketing. 2017. 345 f. Tese (Doutorado em Administração) - Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2017.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/9354
Issue Date: 17-Feb-2017
Appears in Collections:Centro de Ciências Sociais e Aplicadas (CCSA) - Programa de Pós-Graduação em Administração

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivototal.pdf8,53 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.