Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/9382
metadata.dc.type: Tese
Title: Práticas e relações de trabalho da cultura popular no Agreste pernambucano: entre o moderno e o tradicional
metadata.dc.creator: Santos, Elisabeth Cavalcante dos
metadata.dc.contributor.advisor1: Helal, Diogo Henrique
metadata.dc.description.resumo: O argumento da presente tese é que as relações de trabalho na cultura popular da região do Agreste pernambucano são constituídas por práticas situadas marcadas pelo hibridismo entre o moderno e o tradicional, característico da própria natureza deste trabalho e do contexto no qual ele é desenvolvido. Sendo assim, proponho que, dadas as especificidades do Agreste de Pernambuco e da cultura popular, é necessário entender as relações de trabalho como constituídas por práticas situadas, adotando um posicionamento ontológico relacional e um posicionamento epistemológico “prático”, através de estrutura de referência teórica que faz contraposição à concepção de John Dunlop sobre as relações de trabalho. Para investigar o alcance do argumento de tese, realizei pesquisa empírica com dois grupos de cultura popular na cidade de Caruaru-PE, nomeadamente o Boi Tira Teima e a Banda de Pífanos Zé do Estado. Para a concretização dessa pesquisa empírica, levantei informações a partir de orientação etnometodológica utilizando observação, entrevistas e documentação visual; análise com orientação etnometodológica para o reconhecimento das práticas que caracterizam as relações de trabalho em questão; e noções da análise sociológica do discurso, para identificação dos elementos modernos e tradicionais que compõem estas práticas, e as respostas a esses hibridismos. Por fim, identifiquei e analisei sete práticas através das quais se dão as relações de trabalho dessas duas manifestações da cultura popular, que, apesar de representativas, não esgotam a possibilidade de práticas existentes. Os hibridismos identificados em cada prática se relacionam, principalmente, ao fato de algumas delas possuírem ethos cuja orientação é essencialmente tradicional, por predominarem costumes e crenças familiares antigos, mas também ser possível observar um ethos com orientação moderna, cuja ação é baseada em fins, uma vez que os grupos precisam elaborar projetos culturais para garantir recursos financeiros. Várias respostas dos agentes a estes hibridismos foram identificadas, entre elas, a ação dos conselheiros municipais de cultura e outros líderes de grupos da cultura popular que caminham entre vários ethos; a existência de formas de fazer projetos marcadas pela informalidade; as parcerias dos artistas da cultura popular com os produtores culturais, bem como o crescimento desses profissionais na cultura popular, etc. Concluo que as relações de trabalho na cultura popular do Agreste pernambucano são uma rede complexa de práticas diversas, ora com orientação moderna, ora com orientação tradicional, na qual agentes também diversos interagem, compartilhando significados que vão desde questões políticas, como a compreensão de que os artistas da cultura popular precisam se unir para manter diálogo e realizar pressão junto ao poder público, até questões mais tradicionais, como a compreensão da história da morte e ressurreição do Boi, na qual cada personagem possui um papel, significado que molda toda a brincadeira do bumba meu boi. Concluo, também, que o convívio e conflito entre os elementos modernos e tradicionais observados nessas relações de trabalho constituem relação de interdependência, pois o moderno não existe sem o tradicional, e o tradicional precisa do moderno para se manter vivo.
Abstract: Pernambuco region consist of situated practices marked by hybridity between the modern and the traditional, characteristic of the nature of this work and the context in which it is developed. Therefore, I propose that, given the specificities of Agreste of Pernambuco and popular culture, it is necessary to understand the working relationship as consisting of situated practices, adopting a relational ontological positioning and “practical” epistemological positioning through theoretical frame of reference that makes opposed of John Dunlop design about labor relations. To investigate the scope of the thesis argument, I conducted empirical research with two popular culture groups in the city of Caruaru-PE, including the Boi Tira Teima and the Banda de Pífanos Zé do Estado. To realize this empirical research, I got information through ethnomethodological orientation using observation, interviews and visual documentation; analysis of ethnomethodological orientation for recognizing practices that characterize the labor relations in question; and notions of sociological discourse analysis for identification of modern and traditional elements that compose these practices, and the answers to these hybrids. Finally, I identified and analyzed seven practices through which labor relations happen to these two manifestations of popular culture that, although representative, do not exhaust the possibility of existing practices. The hybrids identified in each practice relate primarily to the fact that some of them possess ethos whose orientation is essentially traditional, by predominating customs and old family beliefs, but also be possible to observe an ethos with a modern orientation, whose action is based on purposes, since the groups need to develop cultural projects to ensure funding. Several responses of agents to the hybridisms were identified, among them the action of municipal councilors of culture and other leaders of the popular culture groups that act across multiple ethos; the existence of ways to make projects marked by informality; partnerships between artists of popular culture with cultural producers, as well as the growth of these professionals in popular culture etc. I conclude that labor relations in the popular culture of Agreste of Pernambuco is a complex network of different practices, sometimes with modern orientation, another times with traditional orientation, where several agents interact, sharing meanings ranging from political issues such as understanding that artists of popular culture need unite themselves to maintain dialogue and make pressure with the government, even traditional issues such as understanding the story of the death and resurrection of the Boi, in which each character has a role, meaning that mold all the fun of bumba meu boi. I also conclude that the interaction and conflict between the modern and traditional elements observed in these labor relations constitute interdependent relationship, since the modern does not exist without the traditional and the traditional needs of modern to stay alive.
Keywords: Relações de Trabalho
Práticas
Agreste
Labor Relations
Practices
metadata.dc.subject.cnpq: CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraíba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Administração
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Administração
Citation: SANTOS, Elisabeth Cavalcante dos. Práticas e relações de trabalho da cultura popular no Agreste pernambucano: entre o moderno e o tradicional. 2016. 250 f. Tese (Doutorado em Administração)- Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2016.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/9382
Issue Date: 9-May-2016
Appears in Collections:Centro de Ciências Sociais e Aplicadas (CCSA) - Programa de Pós-Graduação em Administração

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivototal.pdf7.3 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.