Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/9481
metadata.dc.type: Tese
Title: Assédio moral no trabalho e a vulnerabilidade de profissionais da saúde: construção e validação de instrumento
metadata.dc.creator: Costa , Isabelle Cristinne Pinto
metadata.dc.contributor.advisor1: Costa, Solange Fátima Geraldo da
metadata.dc.description.resumo: Introdução: O assédio moral é uma temática que vem sendo bastante discutida nas últimas décadas, incorporando-se aos estudos da área de saúde do trabalhador, sendo, portanto, objeto de crescente preocupação mundial, por parte de trabalhadores, empregadores e também da comunidade científica. Objetivo: Construir um instrumento para identificação da vulnerabilidade de profissionais de saúde no contexto hospitalar para a ocorrência da prática do assédio moral; e validar o instrumento proposto para a identificação da vulnerabilidade de profissionais da saúde. Percurso Metodológico: Pesquisa metodológica, realizada em oito etapas: especificação do domínio do construto; atividades de geração de itens e validação de face e conteúdo; decisões sobre as respostas; construção do instrumento de pesquisa; primeira amostragem; procedimentos de limpeza da escala; análise de validade e confiabilidade da escala final; desenvolvimento de normas e recomendações de uso e interpretações. O período de coleta de dados para o processo de validação de conteúdo do instrumento ocorreu entre março e abril de 2016. Para este processo, participaram 13 pesquisadores experts sobre assédio moral. No que diz respeito a validação do referido instrumento, que ocorreu no mês de outubro, a amostra foi constituída por 84 profissionais de saúde que trabalham nas unidades de terapia intensiva do Hospital Universitário Lauro Wanderley (HULW). Resultados: A construção do instrumento seguiu as etapas recomendadas na literatura. Não ocorreram mudanças significativas no conteúdo dos itens pertencentes às dimensões: relação entre o trabalhador e profissionais no ambiente de trabalho; pressão no trabalho pelo chefe-imediato e profissionais; e condições de trabalho; indicando maior apropriação dos conceitos que elas representam. O instrumento composto por 42 itens obteve IVC total de 0,94. Este estudo realizou também a verificação da consistência interna do instrumento por parte dos experts em relação aos itens domínio; compreensão e clareza; pertinência conceitual; formato e apresentação. A validade de conteúdo do instrumento proposto foi realizada por 13 experts que possuem experiência em assédio moral. Os itens com Índice de Validade de Conteúdo (IVC) ≥ a 0,8 foram mantidos na íntegra ou sofreram revisões conforme sugestões dos experts. Pôde-se realizar, também, a verificação do nível de confiabilidade do instrumento, 10 por meio da coerência interna, que foi testada através do alfa de Cronbach, constatando que os itens relacionados ao domínio, à compreensão e clareza, o instrumento obteve maiores que 0,7, classificados com confiabilidade alta. Quanto à validação do instrumento, foi finalizado compondo-se de 42 itens distribuídos por três dimensões, que na análise da consistência interna ou medida de fidedignidade com a amostra (n=84) apresentou alpha de Cronbach de 0,930, sendo este valor classificado como excelente. Conclusões: O instrumento apresentou índice de validade de conteúdo satisfatório e pode ser utilizado para identificar a vulnerabilidade de profissionais de saúde quanto à prática de assédio moral no ambiente de trabalho. Espera-se que a validação do instrumento proposto possa subsidiar novas investigações no campo do assédio moral, sobretudo, na área de Saúde.
Abstract: Introduction: Moral harassment is a subject matter that has been much discussed in the last decades, incorporating itself in the studies of the worker's health area, and as so, it has being an object of growing worldwide concern by employees, employers and also of the scientific community. Objective: Build an instrument for the identification of the healthcare professionals‘ vulnerability in the hospital environment in regard to the moral harassment occurrence and practice; additionally, proceed to validate the proposed instrument aiming to be able to identify the vulnerability of healthcare professionals to moral harassment. Methodological Approach: Methodological research carried out in eight stages: construct domain specification; activities of item generation and validation of face and content; decisions about the responses; research instrument construction; first sampling; scale cleaning procedure; validity and reliability analysis of the final scale; standards development, use recommendations and interpretation. The data collection period for the instrument content validation process occurred between March and April 2016. For this process, 13 expert researchers on moral harassment participated. Regarding the validation of the reference instrument, which occurred in October 2016, a sample was composed of 84 healthcare professionals who work in the intensive care units of the Hospital Universitário Lauro Wanderley (HULW). Results: The instrument construction followed as recommended steps in the literature. There were no significant changes in the content of items belonging to the following dimensions: relationship between the worker and professionals in the work environment; job pressure by the boss-immediate and professional; and working conditions; thus, indicating greater appropriation of the concepts they represent. The instrument composed by 42 items obtained a total IVC of 0.94. This study also performed a verification of the internal consistency of the instrument by the experts in relation to the domain items; understanding and clarity; conceptual relevance; format and presentation. The proposed instrument had the content validity accomplished by 13 experts who have experience in moral harassment. Items with Content Validity Index (CVI) ≥ 0.8 were either completely maintained or revised as experts' suggestions. It was also possible to verify the reliability level of the 12 instrument through internal coherence, which was tested through Cronbach's alpha measurement, and it was noted that the items related to domain, comprehension and clarity, which the instrument obtained greater than 0.7, were classified with high reliability. As regard to the instrument validation, it was finalized comprised by 42 items distributed in 3 dimensions, which either in the analysis of internal consistency or reliability measurement (n = 84), it has presented Cronbach's alpha of 0.930, therefore, classified as excellent value. Conclusions: The instrument presented satisfactory content validity index and can be used to identify the vulnerability of healthcare professionals to the practice of moral harassment in the workplace environment. It is hoped that the validation of the proposed instrument may support new investigations in the moral harassment field, especially, in the Healthcare area.
Introducción: El estudio moral es una temática que se basa en la discusión de las últimas décadas, incorporando a los estudios del área de salud del trabajador, por lo tanto, objeto de creciente preocupación mundial, por parte de los trabajadores, los empleadores y también de la comunidad científica . Objetivo: Construir un instrumento para la identificación de la vulnerabilidad de los profesionales de la salud no contexto hospitalar para la realización de la práctica del assédio moral; Y validar el instrumento para la identificación de la vulnerabilidad de los profesionales de la salud. Percurso Metodológico: Investigación metodológica, realizada en las etapas siguientes: especificación do domínio do construto; Actividades de generación de artículos y validación de cara y contenido; Décisions sobre as respostas; Construcción do instrumento de pesquisa; Primeira amostragem; Procedimiento de limpieza de la escala; Análisis de validez y confiabilidad de la escala final; Desarrollo de normas y recomendaciones de uso y interpretación. El período de coleta de datos para el proceso de validación de contenido del instrumento ocurrido entre marzo y abril de 2016. Para este proceso, participaram 13 pesquisadores expertos sobre assédio moral. No hay nada que no sea un mes de octubre, una muestra fue constituida por 84 profesionales de salud que trabajan en las unidades de terapia intensiva del Hospital Universitario Lauro Wanderley (HULW). Resultados: La construcción del instrumento siguió como etapas recomendadas en la literatura. No existe cambio en las condiciones no relacionadas con los elementos pertencentes a las dimensiones: relación entre el trabajador y los profesionales no ambiente de trabajo; Presión no trabajo pelo chef-imediato e profesionales; E condições de trabajo; Indicando mayor apropriación de los conceptos que representan. O instrumento compuesto por 42 elementos obteve IVC total de 0,94. Este estudio también comprende una comprobación de la consistencia interna del instrumento por parte de los expertos en relación a los ámbitos dominantes; Compreensão e clareza; Pertinencia conceitual; Formato y presentación. Una validez de contenido del instrumento propuesto por la experiencia de 13 expertos que poseen experiencia en moral moral. (IVC) ≥ a 0,8 por lo que se refiere a los expertos. Pôde-se realizar, também, una comprobación del nivel de confiabilidad del 14 instrumento, por medio de la coerción interna, que ha sido comprobado por el de Cronbach, constatando que los elementos relacionados con el dominio, a la comprensión y la clareza, o instrumento obteve mayor que 0 , 7, clasificados com confiabilidade alta. (No = 84) presentou alpha de Cronbach de 0,930, siendo este valor clasificado como excelente. Conclusiones: O instrumento presentado en un índice de validez de contenido satisfactorio y puede ser utilizado para identificar una vulnerabilidad de los profesionales de la salud. Espera-se que una validación de instrumento de subsidiar nuevas investigaciones no campo do assédio moral, sobretudo, en el área de salud.
Keywords: Comportamento Social
Violência
Saúde do Trabalhador
Estudos de Validação
Social Behavior
Violence
Worker's Health
Validation Studies
Comportamiento social
Violencia
Salud del Trabajador
Estudios de Validación
metadata.dc.subject.cnpq: CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraíba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Enfermagem
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Enfermagem
Citation: COSTA, Isabelle Cristinne Pinto. Assédio moral no trabalho e a vulnerabilidade de profissionais da saúde: construção e validação de instrumento. 186 f. 2017. Tese (Doutotado em Enfermagem)-Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2017.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/9481
Issue Date: 9-Dec-2017
Appears in Collections:Centro de Ciências da Saúde (CCS) - Programa de Pós-Graduação em Enfermagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivototal.pdfArquivo total2.58 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.