Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/9569
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Café, texto, sentido e prosa: a retextualização como estratégia de ressignificação em processos de leitura e escrita no ensino médio
metadata.dc.creator: Silva , Cícero José da
metadata.dc.contributor.advisor1: Castro, Onireves Monteiro de
metadata.dc.description.resumo: A leitura e a escrita como práticas sociais envolvem processos discursivos e cognitivos. Por isso, toma-se a leitura como um momento uma ação de produção de sentidos em atividade de interlocução e compreensão responsiva. Assim como observa-se a escrita como um processo de interlocução e de interação social. Uma leitura significativa subsidia significativamente uma nova escrita, dado o movimento de escrita está arrolado na retextualização da leitura. Concebe-se, assim, a retextualização como um processo de produção textual significativa, no qual mobiliza funções linguísticas-cognitivas e linguísticas-discursivas em estratégias de leitura e produção textual, visando incessantemente à ampliação a competência textuais-comunicativa do leitor-produtor de textos. Quanto ao objetivo geral é analisar a retextualização de artigo de opinião em estratégias de ressignificação das práticas de leitura e de escrita como processos de formação de sujeitos-leitores/produtores de textos. Logo, pretende-se compreender o funcionamento da leitura e da escrita na perspectiva de construção de sentidos, concebendo o texto como unidade cognitiva e discursiva, em processos contínuos de formação de sujeitos produtores de textos através de práticas sociais de leitura e de escrita. Para isso, utilizar práticas de retextualização de artigo de opinião, elaboradas em moldes de etapas e círculos de leituras. Logo, esta pesquisa tem caráter de pesquisa-ação, tomando por base teórica principal, Dell’isola (2007), Geraldi (2008; 2013), Koch (2015), Koch & Elias (2009); Marcuschi (2008; 2010), Mantêncio (2002), Marquesi (2014), Orlandi (2012) e Travaglia (2009) entre outros. Os resultados mostram que a retextualização é um processo eficiente no desenvolvimento das competências textuais leitoras e escritas em perspectiva cognitiva e discursiva no aluno produtor de texto no Ensino Médio.
Abstract: This paper discusses the possibility of the reading as a social practice of reading and writing so that, the students can make meanful use of the reading practice into the cognitive process. For this ,one takes the reading as a moment of action to make use of reading to produce and develop activities which are possible to discuss and responsive-comprehension. Thus, the reading into interlocution activities create aspect in the appropriation process for writing interaction. A meanful reading is a source for significant and fundamental to the students produce new textual writings. In this way, this work supports new writing so helpful to let the pupils develop the retextualization process , used as a practice of reading and writing which mobilize linguistic cognitive function and textual linguistic and discursive strategies into a reading and textual productions with the objective to spread competences on the productor of the text, writing a second text provided by retextualization activities. The objective is to prioritize article of opinion, as strategies in different types of writing, newspaper articles, comics strips and stories and books, emphatizing romances, through a retextualized writing language , therefore, that the subject constitute himself the author of his writing, it means that one must take into account his role as subject into the social context which they are inserted. Through retextualiation process the students start considering the idea of writing as a whole process that brings him and the author closer. This modality gives him much more disposition and confidence. Thus, this research have a character of research-action taking for basis the theorists as Dell’isola(2007), Geraldi(2008;2013), Koch (2015). Koch & Elias (2009); Marchschi (2008; 2010), Mantêncio (2002), Marquesi (2014), Orlandi (2012) between others. The results show that a retextualization is an efficient process to get development to competences for wrting into a cognitive perspective and discursive to the productor-pupil on the high-school grade.
Keywords: Leitura
Escrita
Interlocução
Gênero Textual
Retextualização
Reading
Writing
Interlocution
Textual Gender and Retextualization
metadata.dc.subject.cnpq: LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraíba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Linguística e ensino
metadata.dc.publisher.program: Mestrado Profissional em Linguística
Citation: SILVA, Cícero José da. Café, texto, sentido e prosa: a retextualização como estratégia de ressignificação em processos de leitura e escrita no ensino médio. 2016. 114 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Linguística)-Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2016.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/9569
Issue Date: 19-Dec-2016
Appears in Collections:Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA) - Mestrado Profissional em Linguística

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivototal.pdfArquivo total7,32 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.