Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/9713
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Arquivo de medicina legal como guardião de memória individual e coletiva: espaço de identificação do aparente não identificável
metadata.dc.creator: Silva, Uthant Saturnino
metadata.dc.contributor.advisor1: Oliveira, Bernardina Maria Juvenal Freire de
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Mariano, Nayana Rodrigues Cordeiro
metadata.dc.description.resumo: Documentos se caracterizam como uma das principais fontes de registro histórico, configurando-se como importantes elementos de informação, produzindo uma memória, um legado para a geração de arquivos. Ao longo da história, os suportes de memória material não deram uma grande contribuição à ciência arquivística nas mais diversas instituições. Tomando como base o conceito de memória, a pesquisa aqui desenvolvida objetivou propor a adequação do conceito de memória em instituições públicas, mais precisamente no caso de arquivos de Medicina Legal, especificamente, o arquivo do Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (NUMOL), do município de João Pessoa no estado da Paraíba, passando a gerenciar e utilizar novos suportes com a finalidade de identificação de pessoas desaparecidas. A construção da pesquisa foi baseada no estudo da tipologia documental deste arquivo, que caracteriza seu fundo arquivístico em armazenar desde o documento tradicional a qualquer outro tipo de objeto, vestígios que, posteriormente, serão transformados em fontes de informação. Todavia, o foco principal são os laudos ou documentos tanatoscópico, antropológico, datiloscópico e o DNA forense, que têm a capacidade de reunir e disponibilizar informações dos levantamentos de dados coletados no local do crime, para serem usados como memória individual e coletiva de pessoas vivas, corpos identificados e não identificados. Além disso, o profissional da informação, ao fazer uso do patrimônio antropológico, genético e datiloscópico, visa preservar e atuar na manutenção do acervo arquivístico. Assim, a pesquisa apresentada serviu não apenas para engrandecer o conhecimento científico, mas também para investigar aspectos sociais na Ciência da Informação e propiciar à sociedade a ressignificação da memória registrada nos seus diversos suportes.
Abstract: Documents are characterized as one of the main sources of historical record, configuring themselves as important information elements, producing memory, a legacy for the generation of files. Throughout history, the media of material memory have not provided a great contribution to the archival science in the most diverse institutions. Based on the concept of memory, the developed piece of research aimed to propose the appropriateness of the memory concept in public institutions, more precisely in the case of Legal Medicine archives, specifically the archive of the Nucleus of Legal Medicine and Dentistry (NUMOL), in the municipality of João Pessoa, in the state of Paraíba, starting to manage and use new media with the purpose of identifying missing persons. This piece of research was based on the study of documentary typology of this archive, which characterizes its archival background in storing from the traditional document to any other type of object, vestiges that later will be transformed into sources of information. Nevertheless, the main focuses are the autopsy, anthropological, and dactyloscopic documents and the forensic DNA, which can gather and make available information from the survey of data collected at the crime scene to be used as individual and collective memory of living persons, identified and unidentified bodies. Moreover, the information professional, by making use of the anthropological, genetic and dactilocopic patrimony, aims at preserving and acting in the archival collection maintenance. Thus, the presented research served not only to enhance scientific knowledge, but also to investigate the social aspects in Information Science and to provide society the resignification of the memory registered in its diverse media.
Keywords: Arquivo
Documentos especiais
Medicina legal
Memória
Archive
Special documents
Legal medicine
Memory
metadata.dc.subject.cnpq: CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::CIENCIA DA INFORMACAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraíba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Ciência da Informação
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação
Citation: SILVA, Uthant Saturnino. Arquivo de medicina legal como guardião de memória individual e coletiva: espaço de identificação do aparente não identificável. 2017. 107 f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) - Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2017.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/9713
Issue Date: 30-Apr-2017
Appears in Collections:Centro de Ciências Sociais e Aplicadas (CCSA) - Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ArquivoTotal.pdfarquivototal3.05 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.