Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/9900
metadata.dc.type: Tese
Title: A educação que constrói a agroecologia no Brasil: trajetórias de um vínculo histórico
metadata.dc.creator: Faria, Andréa Alice da Cunha
metadata.dc.contributor.advisor1: Prestes, Emília Maria da Trindade
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Gonçalves , Luiz Gonzaga
metadata.dc.description.resumo: A presente pesquisa nasce de uma percepção construída a partir de uma prática social e se plasma em torno de um objeto relacional, qual seja, a vinculação político-pedagógica entre Agroecologia e Educação Popular. A abordagem investigativa do objeto se realiza através de um estudo acerca do processo histórico de constituição do movimento agroecológico brasileiro, desde o início da década de 1980 até o início dos anos 2000. Para tanto, recorre-se a referências bibliográficas e a fontes primárias, como documentos elaborados no decorrer deste processo e entrevistas com pessoas que participaram de forma direta ou indireta, do mesmo. As informações assim obtidas foram analisadas com o auxílio de uma chave de leitura construída, nos capítulos 1 e 2, a partir das primeiras formulações freireanas desenvolvidas ainda na década de 1950, momento no qual o intenso debate acerca dos rumos do desenvolvimento brasileiro estimula profícuas (e ainda vigentes) formulações teóricas, inclusive acerca da educação e de seu papel no desenvolvimento do país. A narrativa do processo de constituição do movimento agroecológico brasileiro se apresenta em torno de três momentos históricos aqui identificados como espaços de germinação, dinâmicas de interação e movimentos de expansão. A eles correspondem os capítulos 3, 4 e 5 do presente trabalho que através de uma descrição densa (GEERTZ, 2008) objetivam identificar, explicitar e interpretar os sentidos, os significados e as ressignificações coerentes com uma concepção de Educação Popular. Os resultados revelam a existência de um vínculo orgânico entre Agroecologia e Educação Popular, de natureza político-pedagógica. Do ponto de vista político, tal vínculo se expressa pelo protagonismo dos sujeitos populares e pelo caráter de resistência presente na construção de alternativas de desenvolvimento para o país. Do ponto de vista pedagógico, pela preponderância da realidade como lugar de partida e de chegada, da práxis reflexiva e da busca permanente, como elementos instituintes de um movimento social que constrói a Agroecologia no Brasil, ao passo em que, atualiza a Educação Popular.
Abstract: The present research is born of a perception built from a social practice and it is structured around a relational object, that is, a political-pedagogical link between Agroecology and Popular Education. An investigative approach to the object is carried out through a study of the historical process of constitution of the Brazilian agroecological movement, from the beginning of the 1980s to the beginning of the 2000s. For such intent, bibliographic references and primary sources are used, as are documents created along this process and interviews with people who, directly or indirectly, participated, of the same. The information obtained in this way was analyzed with the help of a reading key constructed in chapters 1 and 2, based on early Freirean formulations developed in the 1950s, when intense debate about the direction of Brazilian development encouraged fruitfulness (as it is still valid to date) theoretical formulations, including on education and its role on the development of the country. A narrative of the process of constitution of the Brazilian agroecological movement is presented around three historical moments identified here as spaces of germination, interaction dynamics, and expansion movements. They correspond to chapters 3, 4, and 5 of the present work, which through a dense description (GEERTZ, 2008) aim to identify, explain, and interpret meanings, meanings and the resignifications consistent with a conception of Popular Education. The results reveal the existence of an organic link between Agroecology and Popular Education of a political-pedagogical nature. From a political point of view, such a link is expressed through the protagonism of the popular subjects and by the resistance character present in the construction of development alternatives for the country. From a pedagogical point of view, through the preponderance of reality as the place of departure and arrival, of reflexive praxis and permanent search, as constituent elements of a social movement that builds an Agroecology in Brazil, while updating Popular Education.
Keywords: Educação Popular
Agroecologia
Agricultura Familiar
Desenvolvimento Rural
Popular Education
Agroecology
Family Agriculture
Rural Development
metadata.dc.subject.cnpq: CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraíba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Educação
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Educação
Citation: FARIA, Andréa Alice da Cunha. A educação que constrói a agroecologia no Brasil: trajetórias de um vínculo histórico. 2017. 205 f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2017.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/9900
Issue Date: 28-Jul-2017
Appears in Collections:Centro de Educação (CE) - Programa de Pós-Graduação em Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Arquivototal.pdfArquivo total2,23 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.