Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/9918
metadata.dc.type: Tese
Title: A racionalidade comunicativa em tempos de cibercultura: pela formação de coletivos inteligentes no espaço do saber
metadata.dc.creator: Rufino , Emmanoel de Almeida
metadata.dc.contributor.advisor1: Brennand, Edna Gusmão de Góes Brennand
metadata.dc.description.resumo: Este estudo assume como objeto o projeto formativo de coletivos inteligentes no contemporâneo Espaço do Saber, fundamentando-se nos conceitos de razão comunicativa e inteligência coletiva. Em observância a esse referencial de racionalidade, baseia-se na Teoria do Agir Comunicativo (TAC), seguindo o lastro emancipatório iluminista projetado na teoria da inteligência coletiva. Contextualiza os horizontes virtuais de aprendizagem abertos na esteira da revolução contemporânea dos sistemas informáticos e telemáticos e do advento do ciberespaço, no ínterim dos séculos XX e XXI d. C., como também os mecanismos sistêmicos que, infiltrados nas redes interativas desse grande mundo da vida ciber, preterem a formação de coletivos inteligentes em favor da promoção de coletivos inteligentemente administrados. Objetivou compreender a formação de coletivos inteligentes a partir de aprendizagens cooperativas racionalmente motivadas, seguindo a tese de que a razão comunicativa fomenta processos cooperativos de aprendizagem capazes de formar coletivos inteligentes no Espaço do Saber. Inspirado no método hermenêutico, o olhar interpretativo do objeto deste estudo propõe uma postura compreensiva do fenômeno da aprendizagem no campo universal – mas intotalizável – do ciberespaço, lócus privilegiado do enredamento global dos sujeitos do Espaço do Saber. Nesse sentido, a construção da tese e suas etapas de análise reclamam a pretensão hermenêutica de compreender – à luz da TAC – os princípios norteadores da razão comunicativa coerentes/propícios à promoção de aprendizagens cooperativas e coletivos inteligentes, que estão na base do conceito de inteligência coletiva. Averiguando a possibilidade de fomentarmos racionalmente o desenvolvimento de uma cultura de aprendizagens cooperativas e a consequente formação de coletivos inteligentes nos ambientes cibernéticos do Espaço do Saber, conclui que a formação de coletivos inteligentes (capazes de otimizar o potencial de inteligência coletiva disposto no Espaço do Saber) passa pela racionalização da comunicação no contexto do mundo da vida ciberespacial. Aponta, pois, a racionalidade comunicativa como um referencial privilegiado para fomentar coletivos inteligentes no Espaço do Saber, especialmente porque ela pode transformar o universo ciberespacial num mundo da vida emancipado (livre de atuações não-interativas por parte de sujeitos e instâncias sistêmicas) e fecundo a aprendizagens cooperativas, porque enredado por sujeitos competentes para falar e agir eticamente em suas interações, desafiadora utopia cujo “não-lugar” é um distinto condicionante para nossa evolução social. Palavras-chave: Aprendizagem cooperativa. Coletivos inteligentes. Espaço do Saber. Inteligência coletiva. Racionalidade comunicativa.
Abstract: This study assumes as object the formative project of intelligent collectives in the contemporary Space of Knowledge, based on the concepts of communicative reason and collective intelligence. In compliance with this referential of rationality, it is based on the Theory of Communicative Action (TCA), following the emancipatory illuminist standard projected in the theory of collective intelligence. It contextualizes the virtual horizons of open learning in the course of the contemporary revolution of computer and telematics systems and the advent of cyberspace in the interim of the XX and XXI centuries AD, as well as the systemic mechanisms that, infiltrated in the interactive networks of this great world cyber life, awaken the formation of intelligent collectives in favor of the promotion of intelligently managed collectives. The objective was to understand the formation of intelligent collectives based on rationally motivated cooperative learning, following the thesis that communicative reason foments cooperative learning processes capable of forming intelligent groups in the Knowledge Space. Inspired by the hermeneutical method, the interpretative view of the object of this study proposes a comprehensive posture of the phenomenon of learning in the universal field – but no totalizable – of cyberspace, privileged locus of the global entanglement of the subjects of the Knowledge Space. In this sense, the construction of the thesis and the steps of his analysis demand the hermeneutical pretension to understand – in the light of the TCA - the guiding principles of reason communicative consistent/propitious to promote the learning cooperatives and collective intelligent, who are at the base of the concept of collective intelligence. Ascertaining the possibility of rationality promoting the development of a culture of cooperative learning and the consequent formation of intelligent collectives in the environments of the Knowledge Space, concludes that the formation of intelligent collectives in cybernetic environments (capable of optimizing the potential of collective intelligence in the Space of Knowledge) passes through the rationalization of communicative in the context of the world of cyberspace life. Appears, therefore, the communicative rationality as a privileged referential to promote intelligent collectives in the Space of Knowledge, especially because its can transform the cyberspacial universe in a world of life emancipated (free of performances noninteractive by subject and systemic instances) and fruitful to the cooperative learning because entangled by competent subjects to speak and act ethically in their interactions, challenging utopia whose “non-place” is a distinct conditioner for our social evolution.
Keywords: Aprendizagem cooperativa
Coletivos inteligentes
Espaço do Saber
Inteligência coletiva
Racionalidade comunicativa
Collective learning
Intelligent collectives
Knowledge Space
Collective intelligence
Collective rationality
metadata.dc.subject.cnpq: CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraíba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Educação
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Educação
Citation: RUFINO, Emmanoel de Almeida. A racionalidade comunicativa em tempos de cibercultura: pela formação de coletivos inteligentes no espaço do saber. 2017. 210 f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2017.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/9918
Issue Date: 12-Dec-2017
Appears in Collections:Centro de Educação (CE) - Programa de Pós-Graduação em Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Arquivototal.pdfArquivo total1,78 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.