Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/12512
metadata.dc.type: Tese
Title: Modelos empíricos de economia internacional
metadata.dc.creator: Loures, Alexandre Rodrigues
metadata.dc.contributor.advisor1: Figueiredo, Erik Alencar de
metadata.dc.description.resumo: Estetrabalhodeteseabordadoisproblemasrelacionadosàliteraturaempíricadecomércio internacional. No primeiro estudo busca-se uma solução para o problema da endogeneidade (relação simultânea) presente na estimação dos modelos da Teoria dos Termos de Comércio. A alternativa proposta passa pela consideração da dinâmica nas relações comerciais e é robusta à presença de endogeneidade, observações de comércio iguais a zero e à inclusão de múltiplos efeitos fixos. Os resultados sugerem a validade da hipótese dos termos de comércio, indicando que o GATT/WTO não atende aos seus objetivos secundários de promover um comércio livre de discriminação e capaz de inserir países em desenvolvimento. No segundo artigo, analisa-se os efeitos do comércio internacional sobre o crescimento econômico e a acumulação de capital para um grupo de países em desenvolvimento e, consequentemente, sobre o bem-estar. Dessa forma, empregou-se uma nova abordagem empírica em que se combina o modelo gravitacional estrutural com os modelos de crescimento. O principal resultado demonstrou que os custos do comércio internacional afetam negativamente tanto o crescimento econômico quanto a acumulação de capital. Por sua vez, exercícios contrafactuais reportaram que mudanças nos custos de comércio resultariam em variações do bem-estar, lançando mais questionamento sobre o resultado do primeiro artigo.
Abstract: This thesis deals with two problems related to the empirical literature on international trade. In the first study, a solution to the problem of endogeneity (simultaneous relation) present in the estimation of the models of the Theory of Trade Terms is searched. The proposed alternative takes into consideration the dynamics of trade relations and is robust to the presence of endogeneity, trade observations equal to zero and the inclusion of multiple fixed effects. The results suggest the validity of the hypothesis of terms of trade, indicating that the GATT/WTO does not meet its secondary objectives of promoting a trade free of discrimination and able to insert developing countries. The second article analyzes the effects of international trade on economic growth and capital accumulation for a group of developing countries and, consequently, on welfare. In this way, a new empirical approach was used in which the structural gravitational model is combined with the growth models. The main result has shown that the costs of international trade negatively affect both economic growth and capital accumulation. In turn, counterfactual exercises reported that changes in trade costs would result in welfare variations, casting more questions on the outcome of the first article.
Keywords: Modelo gravitacional
GATT/WTO
Volume de comércio
Crescimento econômico
Bem-estar
Gravity model
Trade volume
Economic growth
Welfare
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraíba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Economia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Economia
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.rights.uri: http://creativecommons.org/licenses/by-nd/3.0/br/
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/12512
Issue Date: 4-Apr-2017
Appears in Collections:Centro de Ciências Sociais e Aplicadas (CCSA) - Programa de Pós-Graduação em Economia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Arquivototal.pdfArquivo total1,13 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons