Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/13306
metadata.dc.type: TCC
Title: O heroi na narrativa rosiana: uma análise comparativa das personagens Augusto Matraga e pai e filho de "A terceira margem do rio".
metadata.dc.creator: MOURA, Lusiana Henrique da
metadata.dc.contributor.advisor1: Ferraz Junior, Expedito
metadata.dc.description.resumo: O trabalho literário de Guimarães Rosa, não menos do que esperado, é amplamente divulgado pelo mundo afora. “A hora e vez de Augusto Matraga” e “A terceira Margem do Rio” são contos distintos que têm bastante em comum, como a perspectiva do mito e do herói. A escolha dos contos deu-se por gosto das histórias. As personagens destacadas são as protagonistas, a citar Augusto Matraga e o pai e o filho de A Terceira Margem, cujas vidas se desenrolam num enredo cheio de questionamentos, conflitos internos e externos e um final trágico. A tragédia precisa acontecer com a força de seu destino, quando as personagens, grandiosas, de alguma maneira caem para depois se reerguerem numa nova dimensão de fabulosidade. O primeiro, narrado em terceira pessoa, tem como figura central um jagunço, onde o autor evidencia a sua ficcionalidade, de forma a dar alguma convicção ao leitor de que aquilo tudo não passa de uma ficção, porém de uma maneira que o faça acreditar que também pode ser uma verdade. O segundo, narrado em primeira pessoa, é uma história muito próxima do irreal, convidando-nos a entrar num universo particularmente novo, pois não existe, na realidade, uma terceira margem de um rio, mas essa margem pode ser interpretada como um lugar que a personagem busca encontrar. As duas narrativas pedem a empatia do leitor, que vai se envolver afetivamente com as histórias, embora com mais destaque na narrada em primeira pessoa devido a sua maior aproximação psicológica. Ambas as histórias comovem com a beleza que há no trágico, a fim de trazer para a realidade compreensões que só existem no mundo imaginário.
Abstract: The literary work of Guimarães Rosa, is published around the world. "The hour and hour of Augusto Matraga" and "The third margin of the River" are distinct contours that have a bit of common, as a perspective of the myth and the hero. The choice of stories was for the sake of stories. The outstanding characters are as protagonists, a quote from Augusto Matraga and the father and son of The Third Margin, whose lives unfold in a replete of questions, with internal and external responses and a tragic end. A better than a chance for, in the memory, great, in many things of fabulousness. The first, narrated in a person, has a central figure of a jagunço, where the author evidences his own fictionality, in order to give some conviction to the reader that everything is but a fiction, but in a way that makes believe that can also be a truth. The second, narrated in the first person, is a story very close to the unreal, inviting us to a particularly new universe, since there is in reality, there is a third bank of a river, but a great one can be interpreted as a place that a man seeks to find. The two narratives call for a reader's empathy, which connects with the stories, although it is important in the narrative of the reader because of its greater psychological agitation. Both stories touch on a beauty that exists in the tragic, an end to bring to an understandable reality that exists in the imaginary world.
Keywords: herói
jagunço
tragédia
mito
empatia
ficcionalidade
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS::LINGUA PORTUGUESA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraíba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Letras Clássicas e Vernáculas
metadata.dc.rights: Acesso Restrito
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/13306
Issue Date: 26-Oct-2018
Appears in Collections:TCC - Letras - Português (Curso presencial)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
LHM26102018.pdf688,18 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.