Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/13328
metadata.dc.type: TCC
Title: Estereótipo éticos e de gênero no naturalismo literário: um Olhar sobre a obra O Bom Crioulo, de Adolfo Caminha
metadata.dc.creator: LIMA, Thais Kelly da Silva
metadata.dc.contributor.advisor1: Batista, Maria de Fátima B. Mesquita
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Almeida, Rossana Tavares de
metadata.dc.description.resumo: O gênero é um tema que nas últimas décadas é objeto de várias linhas de estudo, principalmente nos estudos literários. O estudo do gênero é bastante complexo, principalmente quando visto da perspectiva do estereótipo, pois envolve questões culturais e sociais historicamente construídas. A questão do estereótipo de gênero é um tema presente e explícito na obra naturalista, O Bom Crioulo (2014), de Adolfo Caminha, através da relação homoafetiva entre Aleixo e Amaro, em que os papéis sociais do homem e da mulher são estereotipados por meio das descrições das personagens. Estes estereótipos de gênero na obra são resultado das próprias ideologias científicas e sociológicas que influenciaram o Naturalismo. Por esta razão, neste trabalho tem como objetivo geral analisar, na obra O Bom Crioulo (2014), de Adolfo Caminha, os estereótipos éticos e de gênero na relação amorosa entre Amaro e Aleixo. Especificamente, objetivamos: identificar os estereótipos masculino/feminino nas descrições físicas e comportamentos de Amaro e Aleixo ao longo da narrativa. A pesquisa é de cunho bibliográfico analítico. O estudo justifica-se, pelo fato de a obra ainda não ter sido analisada nesta perspectiva. Utilizamos como principais bases teóricas, os estudos de Beauvoir (1970), Bourdieu (2002) e Socott (1995) entre outros autores. Ao reafirmar os argumentos das teorias sobre gênero, mostrando que a relação entre homem e mulher não é uma questão de sexo, ou seja, biológico, mas sim social, pois, apesar de Aleixo ser homem biologicamente, apresenta-se socialmente como uma mulher, delineado, na obra, com estereótipos femininos. Também confere uma visibilidade a identidade sexual homoafetiva, mas ao mesmo tempo, Caminha renega-a, através da alteração na sexualidade de Aleixo. Em relação ao estereótipo de gênero, mostra que o negro não tinha nenhuma visibilidade social, pois mesmo após o assassinato de Aleixo, Amaro não foi percebido: “Ninguém se importava com o “o outro”, com o negro” (CAMINHA, 2014, p. 96).
Abstract: He genre is a topic that in the last decades is the subject of several lines of study, mainly in literary studies. The study of gender is quite complex, especially when viewed from the stereotype perspective, since it involves historically constructed cultural and social issues. The issue of the gender stereotype is a present and explicit theme in Adolfo Caminha's naturalistic work, O Bom Crioulo (2014), through the homoaffective relationship between Aleixo and Amaro, in which the social roles of men and women are stereotyped through descriptions of the characters. These gender stereotypes in the work are the result of the very scientific and sociological ideologies that influenced Naturalism. For this reason, the main objective of this work is to analyze, in Adolfo Caminha's The Good Criollo (2014), gender stereotypes in the love relationship between Amaro and Aleixo. Specifically, we aimed to: identify male / female stereotypes in the physical descriptions and behaviors of Amaro and Aleixo throughout the narrative. The research is analytical bibliographical. The study is justified, because the work has not yet been analyzed in this perspective. We use as theoretical basis the studies of Beauvoir (1970), Bourdieu (2002) and Socott (1995) among other authors. It reaffirms the arguments of the theories on gender, showing that the relationship between man and woman is not a question of sex, that is, biological, but social, for although Alexis is a man biologically, he presents himself socially as a woman, outlined in the work with female stereotypes. It also gives visibility to homosexual sexual identity, but at the same time, Caminha denies it, through the alteration in Aleixo's sexuality. In relation to the gender stereotype, it shows that the Negro had no social visibility, since even after the murder of Aleixo, Amaro was not perceived: "No one cared for" the other "with the Negro" (CAMINHA, 2014, p. 96).
Keywords: Estereótipo
Gênero
Determinismo
Ético
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS::LINGUA PORTUGUESA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraíba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Letras Clássicas e Vernáculas
metadata.dc.rights: Acesso aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/13328
Issue Date: 26-Oct-2018
Appears in Collections:TCC - Letras - Português (Curso presencial)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TKSL26102018.pdf798,59 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.