Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/13978
metadata.dc.type: TCC
Title: Ganho na expectativa de vida com a exclusão dos óbitos por causas externas na Paraíba: uma aplicação da Tábua de Múltiplos Decrementos.
metadata.dc.creator: Souza, Jonas Rafael Suares
metadata.dc.contributor.advisor1: Diógenes, Victor Hugo Dias
metadata.dc.description.resumo: A evolução da mortalidade por causas externas é bastante significativa, apontada como tipo de causa evitável e expressada principalmente na forma de acidentes ou violência dos mais variados tipos. Dentro deste contexto, esta pesquisa buscou analisar o impacto desse tipo de causa na expectativa de vida ao nascer por sexo, com a exclusão das causas externas, seja na sua totalidade ou apenas por acidentes de transporte e homicídios, do risco de óbito da população paraibana em 2015. Para isso, foram utilizados dados do Sistema de Informação Sobre Mortalidade do Ministério da Saúde e projeções populacionais do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. O método aplicado foi o modelo de riscos competitivos proposto por Chiang em 1968, aplicado na Tábua de Vida de Múltiplos Decrementos. Como principais resultados, constatou-se que se os acidentes de transporte e homicídios não tivessem sido causa de morte, haveria um acréscimo de 3,29 anos para o sexo masculino e 0,43 anos o sexo feminino. Na exclusão total das causas externas, os ganhos foram de 3,92 e 0,68 anos, respectivamente, para os homens e mulheres. Concluindo a magnitude da atuação desse tipo de causa na mortalidade masculina.
Abstract: The evolution of mortality from external causes is quite significant, indicated as a type of avoidable cause and expressed mainly in the form of accidents or violence of the most varied types. Within this context, this research sought to analyze the impact of this type of cause on the life expectancy at birth by sex, with the exclusion of external causes, either in its entirety or only by transport accidents and homicides, of the risk of death of Paraíba’s population in 2015. For this purpose, data from the Mortality Information System of the Ministry of Health and population projections from the Brazilian Institute of Geography and Statistics were used. The applied method was the competitive risk model proposed by Chiang in 1968, applied in the Multiple Decrease Life Table. As main results, it was found that if transport accidents and homicides had not been the cause of death, there would be an increase of 3.29 years for males and 0.43 years for females. In the total exclusion of external causes, the gains were 3.92 and 0.68 years, respectively, for men and women. Concluding the magnitude of the action of this type of cause in the male mortality.
Keywords: Mortalidade
Expectativa de vida
Tábua de Vida
Tábua de Vida de Múltiplos Decrementos
Demografia
Múltiplos decrementos
Paraíba
Sistema Único de Saúde (SUS)
Sistema de Informação sobre Mortalidade do Ministério da Saúde (SIM/MS)
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::OUTROS::CIENCIAS ATUARIAIS
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraíba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Ciências Sociais Aplicadas
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Attribution-NoDerivs 3.0 Brazil
metadata.dc.rights.uri: http://creativecommons.org/licenses/by-nd/3.0/br/
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/13978
Issue Date: 21-Nov-2017
Appears in Collections:CCSA - TCC - Ciências Atuariais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
JRSS05.04.2019.pdf1,49 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons