Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/13989
metadata.dc.type: TCC
Title: Ensino de botânica para deficientes visuais: uma proposta de inclusão a partir dos aromas, formas, texturas e sabores
metadata.dc.creator: Souza, Maria José Braz de
metadata.dc.contributor.advisor1: Lima, Rivete Silva de
metadata.dc.description.resumo: A inclusão social é um assunto cada vez mais recorrente quando se trata de uma educação igualitária, em que se fala sobre respeito e autonomia dos educandos em seu processo de aprendizagem e formação cidadã. O presente estudo teve como objetivo a identificação de alguns aspectos sobre a trajetória da inclusão no Ensino de Botânica de seis estudantes de uma escola pública da Paraíba com deficiência visual e seus professores. Investigou-se, também, a preparação e a formação acadêmica de 47 graduandos do curso de Licenciatura em Ciências Biológicas e 22 mestrandos (todos professores em atividade) do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Biologia – PROFBIO, para trabalharem com estudantes com deficiência visual. Os pressupostos teóricos metodológicos utilizados foram os de caráter qualitativo e quantitativo, o método pesquisa-ação e o etnográfico com elementos da observação participativa. A pesquisa foi realizada no período de dezembro de 2017 a maio de 2018. Os dados foram coletados através de entrevistas e questionário, posteriormente, analisados de acordo com a categorização de análise de conteúdo e construção de gráficos, quadro e tabelas, para auxiliar na interpretação dos mesmos. Foram realizadas cinco atividades de intervenção sobre Botânica com a finalidade de contribuir para um ensino mais adequado às necessidades específicas dos estudantes com deficiência visual. Foi constatado que o uso de metodologias diferenciadas no ensino de botânica pode contribuir muito para o processo de ensino aprendizagem dos estudantes com deficiência visual. Observou-se, também, que durante a graduação pouca ou nenhuma formação é recebida pelos licenciandos para enfrentarem tal realidade em sala de aula. Isso ficou mais claro nas respostas dos mestrandos do PROFBIO, ao relatarem não se sentirem bem preparados e não terem nenhum suporte e estrutura na escola para trabalhar com estudantes com deficiência visual. Sendo assim, os resultados revelam que as dificuldades encontradas no ensino inclusivo, assolam os docentes em exercício e inquietam os futuros professores. Dessa forma, faz-se necessário um olhar mais atento para a inclusão desses estudantes e que os profissionais que irão trabalhar com as crianças e jovens, com algum tipo de necessidade especial, sejam mais bem preparados durante a graduação.
Abstract: Social inclusion is a theme more and more recurrent when is about equal education, where talk about the respect and autonomy of the student in the learning and social formation process. The objective at this paper was the identification some aspects about way the inclusion of the study botanic with six blind students and their teachers of the public school of the Paraíba. It was investigated, the preparation and the graduation of 47 biology graduating and 22 master's students (everybody were teachers in activity) every were students of the postgraduate at teach biology program – PROFBIO, to work with blind students. The methodology assumptions used are qualitative and quantitative character, and the method is an action research and ethnographic with participative observation elements. The search has been realized between December 2017 and May 2018. The data were collected through interviews and questionnaires, then analyzed according to the categorization of content analysis and construction of graphs, tables and tables, to aid in the data's interpretation. Five intervention activities were carried out on botany in order to contribute to a more adequate teaching the specific needs of the blind students. It was verified that the use of different methodologies in the teaching of botany can contribute a lot to the process of teaching learning of the blind students. It was also observed that during graduation little or no formation is received by the students to face such reality in the classroom. This became clearer in the responses of the PROFBIO master's students when reporting that they did not feel well prepared and did not have the structure in the school to work with the blind students. In this way, the results show that the difficulties found in inclusive education affect the practice of teachers and concern future teachers. therefore, it is necessary to take a closer look at the inclusion of these students and that the professionals who will work with children and young people with some special need are better prepared during graduation.
Keywords: Educação inclusiva
Deficiência visual
Licenciatura em ciência biológicas
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraíba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Ciências Biológicas
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/13989
Issue Date: 21-Jun-2018
Appears in Collections:TCC - Biologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MJBS09042019.pdf1,52 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.