Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/15226
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Qualidade bioclimática para conjuntos de habitação de interesse social multifamiliares: uma ferramenta para o projeto no clima quente úmido em baixas latitudes
metadata.dc.creator: Cavalcante, Arthur Lacerda
metadata.dc.contributor.advisor1: Silva, Geovany Jessé Alexandre da
metadata.dc.description.resumo: Esta pesquisa tem como objetivo gerar uma ferramenta de análise a avaliação de qualidade bioclimática para projetos de habitação de interesse social na cidade São Luís, localidade de clima quente úmido ao nível do mar, baixa latitude e sem desconforto por frio. O quente-úmido é considerado, pela bibliografia, o contexto climático de maior dificuldade no desenvolvimento do projeto bioclimático (passivo), seja pelo desconforto do clima, seja por questões socioeconômicas que dificultam a implementação de soluções ótimas de projeto. Este cenário de grande desafio torna-se mais complexo quando, nos anos 2000, é investida grande quantidade de recursos públicos para os programas federais de habitação de interesse social, nos quais, na ânsia de produzir números para a justa redução déficit habitacional, ignora-se as questões mais básicas do projeto bioclimático, tanto na escala do edifício quanto na escala do conjunto. O desenvolvimento da ferramenta proposta se dá com a sua aplicação em estudos de casos na área do Turu, em na cidade de São Luís, Maranhão, com a contribuição de casos internacionais em contexto climático similar, aos quais são aplicadas análises quantitativas e qualitativas. A pesquisa situa o projeto local junto aos parâmetros que indicam cumprimento aos requisitos bioclimáticos da bibliografia, e também junto aos projetos internacionais, que apresentam, teoricamente, soluções melhores. Os projetos locais foram analisados e avaliados segundo tais critérios. A partir dos resultados, possível afirmar que os projetos locais avaliados possuem similaridades entre si, e apresentam preocupação insuficiente com o bioclimatismo nestes projetos, especialmente na qualificação do edifício e do espaço externo. No entanto, há potencial de reabilitação em alguns itens, especialmente na escala do conjunto. O principal produto desta pesquisa uma ferramenta fundamentada na boa prática de projeto bioclimático apontada na bibliografia, desenvolvida de forma que possa, posteriormente, ser utilizada para auxiliar projetistas a melhorar a qualidade bioclimática dos projetos e legisladores a elaborar diretrizes e cartilhas que regulem de forma mais precisa a qualidade bioclimática, e, consequentemente, ambiental na habitação de interesse social multifamiliar do contexto local analisado.
Abstract: Esta pesquisa tem como objetivo gerar uma ferramenta de análise a avaliação de qualidade bioclimática para projetos de habitação de interesse social na cidade São Luís, localidade de clima quente úmido ao nível do mar, baixa latitude e sem desconforto por frio. O quente-úmido é considerado, pela bibliografia, o contexto climático de maior dificuldade no desenvolvimento do projeto bioclimático (passivo), seja pelo desconforto do clima, seja por questões socioeconômicas que dificultam a implementação de soluções ótimas de projeto. Este cenário de grande desafio torna-se mais complexo quando, nos anos 2000, é investida grande quantidade de recursos públicos para os programas federais de habitação de interesse social, nos quais, na ânsia de produzir números para a justa redução déficit habitacional, ignora-se as questões mais básicas do projeto bioclimático, tanto na escala do edifício quanto na escala do conjunto. O desenvolvimento da ferramenta proposta se dá com a sua aplicação em estudos de casos na área do Turu, em na cidade de São Luís, Maranhão, com a contribuição de casos internacionais em contexto climático similar, aos quais são aplicadas análises quantitativas e qualitativas. A pesquisa situa o projeto local junto aos parâmetros que indicam cumprimento aos requisitos bioclimáticos da bibliografia, e também junto aos projetos internacionais, que apresentam, teoricamente, soluções melhores. Os projetos locais foram analisados e avaliados segundo tais critérios. A partir dos resultados, possível afirmar que os projetos locais avaliados possuem similaridades entre si, e apresentam preocupação insuficiente com o bioclimatismo nestes projetos, especialmente na qualificação do edifício e do espaço externo. No entanto, há potencial de reabilitação em alguns itens, especialmente na escala do conjunto. O principal produto desta pesquisa uma ferramenta fundamentada na boa prática de projeto bioclimático apontada na bibliografia, desenvolvida de forma que possa, posteriormente, ser utilizada para auxiliar projetistas a melhorar a qualidade bioclimática dos projetos e legisladores a elaborar diretrizes e cartilhas que regulem de forma mais precisa a qualidade bioclimática, e, consequentemente, ambiental na habitação de interesse social multifamiliar do contexto local analisado.
Keywords: Projeto bioclimático
Habitação de interesse social multifamiliar
Clima quente-úmido
Ferramenta projetual
Bioclimatic design
Social housing
Hot humid climate
Projection tool
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ARQUITETURA E URBANISMO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraíba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Arquitetura e Urbanismo
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Attribution-NoDerivs 3.0 Brazil
metadata.dc.rights.uri: http://creativecommons.org/licenses/by-nd/3.0/br/
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/15226
Issue Date: 31-Jan-2017
Appears in Collections:Centro de Tecnologia (CT) - Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Arquivototal.pdfArquivo total5,73 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons