Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/15582
metadata.dc.type: TCC
Title: Avaliação do tratamento de aspectos gramaticais de tradutores automáticos do português brasileiro para libras
metadata.dc.creator: Reis, Luana Silva
metadata.dc.contributor.advisor1: Araújo, Tiago Maritan Ugulino de
metadata.dc.description.resumo: O desenvolvimento de Tecnologias Assistiva (TA), como recursos para possibilitar o acesso á informação, proporciona novas formas de interação, socialização e acessibilidade para pessoas surdas. Desta forma, o uso de tradutores automáticos entre línguas orais e línguas de sinais vem sendo amplamente difundido. Considerando a complexidade no processo de tradução entre línguas orais e línguas de sinais, sua realização automática pode não contemplar todos os aspectos gramaticais da Libras, como por exemplo: o tratamento de palavras homônimas, advérbios de negação e verbos direcionais. O tratamento inadequado destes aspectos pode comprometer a compreensão do usuário á tradução apresentada pelos tradutores e consequentemente interferir na comunicação tornando inadequada a experiencia do usuário surdo com essas ferramentas. Assim sendo, este estudo analisa a tradução automática da Língua Portuguesa (LP) para a Libras realizada por três tradutores automáticos, ProDeaf, HandTalk e VLibras a partir de avaliacoes de 16 interpretes em Libras ao tratamento de sentenças que possuem destes aspectos gramaticais. Observou-se fragilidades signi ficativas na avaliação quanto ao tratamento de adequação de palavras homônimas, advérbios de negação e verbos direcionais nas traduções realizadas pelas aplicações, o que indica a necessidade de aprimoramento dessas ferramentas no tratamento desses aspectos gramaticais.
Abstract: The development of Assistive Technologies (TA), as resources to enable access to information, provides new forms of interaction, socialization and accessibility for deaf people. In this way, the use of automatic translators between oral languages and sign languages has been widely disseminated. Considering the complexity of the process of translation between oral and sign languages, its automatic realization may not include all the grammatical aspects of Libras, such as the treatment of homonymous words, denial adverbs and directional verbs. The inadequate handling of these aspects may compromise the user's understanding of the translation presented by the translators and consequently interfere with the communication making the deaf user experience with these tools inadequate. Thus, this study analyzes the automatic translation of the Portuguese Language (LP) into the Libras by three automatic ranslators, ProDeaf, HandTalk and VLibras, based on evaluations of 16 interpreters in Libras to the treatment of sentences that have these grammatical aspects. Signi cant weaknesses were observed in the evaluation of the adequacy treatment of homonymous words, adverbs of negation and directional verbs in the translations performed by the applications, which indicates the need to improve these tools in the treatment of these grammatical aspects.
Keywords: Tradução automática
Língua brasileira de sinais
Usuários surdos
Acessibilidade
Qualidade da tradução
Libras
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::CIENCIA DA COMPUTACAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraíba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Informática
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Attribution 3.0 Brazil
metadata.dc.rights.uri: http://creativecommons.org/licenses/by/3.0/br/
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/15582
Issue Date: 28-Jun-2018
Appears in Collections:TCC - Ciência da Computação - CI

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
LSR10072019.pdf3,29 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons