Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/2277
metadata.dc.type: TCC
Title: Funções da administração como instrumento para a sustentabilidade de ONGs
metadata.dc.creator: Maia, Marina Nóbrega
metadata.dc.contributor.advisor1: MAIOR, Robéria César Souto
metadata.dc.description.resumo: O objeto do presente estudo é analisar a Organização Não Governamental Cunhã - Coletivo Feminista, na prática das funções da Administração como forma de garantir a sustentabilidade da instituição. Para alcançar este propósito foram estabelecidos os seguintes objetivos específicos: a) verificar a organização administrativa da ONG Cunhã tomando como base a teoria de Fayol; b) identificar a aplicabilidade das funções de Planejar, Organizar, Liderar e Controlar no gerenciamento da ONG; c) analisar as lacunas existentes que dificultam a sustentabilidade da ONG. A teoria que embasou esta pesquisa considerou estudos sobre as ONGs, as funções da administração e sua importância para as ONGs e a sua sustentabilidade. O caminho metodológico percorrido partiu da realização de uma pesquisa na ONG Cunhã -Coletivo Feminista, compreendeu várias classificações em relação ao tipo de pesquisa, constituindo-se como aplicada em relação à sua natureza; como qualitativa e quantitativa do ponto de vista da forma de abordagem do problema; como descritiva, em relação aos seus objetivos; e como uma pesquisa bibliográfica e de campo sob a ótica dos procedimentos técnicos. Os resultados obtidos através da análise dos dados tanto das questões do questionário como nas entrevistas, assim como também na observação participante, sustentam que a Cunhã utiliza para garantir o sustento da Organização as funções da Administração apresentadas por Henri Fayol de planejamento, organização, liderança e controle. Quanto às lacunas existentes, tem-se alguns elementos que enfraquecem a referida ONG no campo da Administração, pode-se identificar: vulnerabilidade financeira; incerteza dos projetos; o acúmulo de funções, causada pela falta de pessoal; a ausência das líderes na instituição; a demora na tomada de decisão; a falta de padrões de desempenho para que a equipe tenha um parâmetro a seguir; a falta de reuniões periódicas para a realização de análises financeiras. Os dados revelaram também um ambiente organizacional coeso, uma equipe que trabalha por amor à causa da instituição e, apesar de ainda existirem vários pontos a serem corrigidos para um ótimo funcionamento da mesma, seus líderes e colaboradores tem muita força de vontade para manter o sustento da mesma, sendo este um dos fatores mais importantes para o alcance dos objetivos.
Abstract: TRABALHO NÃO POSSUI ABSTRACT
Keywords: FUNÇÃO ADMINISTRATIVA
ORGANIZAÇÃO ADMINISTRATIVA
ORGANIZAÇÕES NÃO GOVERNAMENTAIS (ONG)
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraíba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Administração
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/2277
Issue Date: 29-Oct-2012
Appears in Collections:CCSA - TCC - Administração

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MNM20092017.pdf2,73 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons