Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/2827
metadata.dc.type: TCC
Title: De ´tchê´ a ´oxente´: Acomodação Linguística de Falantes Gaúchos em João Pessoa
metadata.dc.creator: Silva, Rayanna Queiroz Aurélio e
metadata.dc.contributor.advisor1: Lucena, Rubens Marques de
metadata.dc.description.resumo: A Teoria da Acomodação Linguística, desenvolvida por Giles em 1987, originou-se no seio da Psicologia Social e estuda os fenômenos linguísticos que surgem a partir da comunicação face a face. Neste trabalho, buscamos compreender como ocorre o processo de acomodação linguística de falantes gaúchos residentes na cidade de João Pessoa na Paraíba, sob a ótica da Teoria da Acomodação da Comunicação. Para tanto, realizamos a investigação do fenômeno da palatalização ou não palatalização da fricativa coronal /s/ em posição de coda final, sendo a pronúncia alveolar ([s]) no dialeto gaúcho e palatal ([ʃ], [Ʒ]) no dialeto pessoense. Desta forma, nos propomos a: verificar a ocorrência do processo de acomodação linguística, identificar as variáveis envolvidas neste processo e investigar os fatores sociais que contribuem para a acomodação. O corpus da pesquisa é composto de dois informantes gaúchos que residem em João Pessoa há mais de 10 anos e tem mais de 23 anos de idade. Inicialmente, trabalhamos com oito informantes, estes foram classificados de acordo com sexo, faixa etária e tempo de exposição ao dialeto pessoense. Os dados foram coletados através de entrevistas, e sua análise foi realizada qualitativamente, através de um estudo comparativo de casos. A partir da análise dos dados, concluímos que as variáveis mais influentes no processo de acomodação linguística foram a idade de chegada dos informantes à capital paraibana e as questões atitudinais acerca da cultura e do dialeto de João Pessoa.
Abstract: Linguistic Accommodation Theory, developed by Giles in 1987, has its origin in the Social Psychology field and studies the linguistic phenomena that arise from face to face communication. In this work, we seek to understand how the Linguistic Accommodation of speakers born in Rio Grande do Sul, residing in the city of João Pessoa, in Paraíba, occurs, from the perspective of Communication Accommodation Theory. Therefore, we conducted the investigation of the phenomenon of palatalization or non-palatalization of coronal fricative /s/ in final coda position, being the alveolar pronunciation ([s], [Ʒ]) in the dialect of Rio Grande do Sul and the palatal pronunciation ([ʃ]) in the dialect of João Pessoa. Thus, we propose to verify the occurrence of the linguistic accommodation process, identifying the variables involved in this process and to investigate the social factors that contribute to the accommodation process. The corpus of the research is composed of two informants from Rio Grande do Sul residing in João Pessoa for over ten years and are over 23 years old. Initially, we worked with eight informants, that were classified according to gender, age and time of exposure to the dialect of João Pessoa. Data were collected through interviews, and the analysis was carried out qualitatively, through a comparative case study. From the data analysis, we conclude that the most influential variables in the linguistic accommodation process were the age of arrival of informants to the capital of Paraiba and attitudinal questions about the culture and dialect of João Pessoa.
Keywords: Acomodação linguística
Atitudes linguísticas
Identidade
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS::LINGUAS ESTRANGEIRAS MODERNAS
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraíba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Letras Estrangeiras Modernas
metadata.dc.rights: Acesso restrito
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/2827
Issue Date: 30-Nov-2016
Appears in Collections:TCC - Letras - Inglês (Curso presencial)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RQAS25012017.pdf478,49 kBAdobe PDFView/Open    Request a copy


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons