Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/3201
metadata.dc.type: TCC
Title: Gesticulação e holófrases infantis: aspectos multimodais da linguagem
metadata.dc.creator: Silva, Paula Michely Soares da
metadata.dc.contributor.advisor1: Cavalcante, Marianne Carvalho Bezerra
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho apresenta a discussão entre a gesticulação e as holófrases infantis no processo aquisicional da linguagem. A gesticulação caracteriza-se como os gestos que acompanham o fluxo da fala, envolvendo braços, movimentos de cabeça, postura corporal e pernas, possuem marcas da comunidade de fala e marcas do estilo individual de cada individuo. Como fundamentação teórica de base deste trabalho, partirmos da premissa de que gesto e fala formam um conjunto que não pode ser dissociado, separado. Esta perspectiva se baseia no funcionamento multimodal da língua (McNeill, 1985). Tal premissa propõe que gesto e fala estão agregados a uma mesma matriz de produção e significação, ou seja, constituem um único sistema linguístico. De acordo com Scarpa (2009), o termo holófrase designa os primeiros enunciados da entrada da criança na sua língua materna. Kendon (1982) afirma em seu continuo, mais conhecido como o “Continuum de Kendon”, que é na interface entre gesto e fala que a significação é alcançada. Portanto, buscamos compreender a relação entre a emergência da gesticulação e das holófrases para o processo de aquisição da linguagem. Para este trabalho analisaremos quatro díades mãe-bebê de 0 a 36 meses de vida da criança, gravadas em situação naturalística na casa das díades.
Abstract: This paper presents a discussion between the gestures and holófrases children in the process of language acquisitional. The gesture is characterized as the gestures that accompany the flow of speech, involving arms, head movements, body posture and legs, bear marks of the speech community and marks the individual style of each individual. As a theoretical basis for this work from the premise that gesture and speech form a team that can not be divorced, separated. This perspective is based on the functioning of the multimodal language (McNeill, 1985). This assumption suggests that gesture and speech are aggregated to the same array of production and signification, ie, constitute a single linguistic system. According to Scarpa (2009), the term refers to the first listed holófrase the entry of children in their mother tongue. Kendon (1982) states in his keep, but known as the "Continuum Kendon," which is the interface between gesture and speech that the meaning is achieved. Therefore, we sought to understand the relationship between the emergence of gestures and holófrases to the process of language acquisition. For this paper we analyze four mother-infant dyads 0-36 months of a child's life, recorded in a naturalistic situation at the home of the dyads.
Keywords: Aquisição da Linguagem
Gesticulação
Holófrases infantis
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS::LINGUA PORTUGUESA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraíba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Letras Clássicas e Vernáculas
metadata.dc.rights: Acesso restrito
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/3201
Issue Date: 5-Jul-2011
Appears in Collections:TCC - Letras - Português (Curso presencial)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PMSS05072011.pdf326,89 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons