Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/4303
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Qualidade de queijos produzidos no estado da Paraíba: adequação da legislação, composição físico-química e perfil lipídico
metadata.dc.creator: Matias, Suéllen Maria Gonçalves
metadata.dc.contributor.advisor1: Madruga, Marta Suely
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Queiroga, Rita de Cássia Ramos do Egypto
metadata.dc.description.resumo: Os queijos se destacam dentre os derivados lácteos pelo seu valor nutricional com alto teor de proteínas e gordura. A rotulagem dos queijos, assim como de qualquer alimento industrial embalado, é inspecionada sob as designações dos Selos de Inspeção Federal (SIF) ou Estadual (SIE) que atuam de acordo com as regulamentações dispostas na RDC n° 259, de 20 de setembro de 2002 e RDC nº 360, de 23 de dezembro de 2003, assegurando a comercialização adequada de produtos com qualidade nutricional. O objetivo do presente estudo foi analisar a adequação de rotulagem, composição físico-química e perfil lipídico de diferentes tipos de queijos comerciais produzidos no Estado da Paraíba. Avaliou-se um total de 42 amostras de queijos produzidos com diferentes tecnologias (coalho, manteiga e ricota), contendo Selos de Inspeção Estadual e Federal, coletadas em supermercados locais. Através de um check list elaborado de acordo com as legislações vigentes, os rótulos foram avaliados quanto aos aspectos de embalagem, tecnológicos e nutricionais (teores de umidade, sólidos totais, gordura, proteína, ácidos graxos saturados e Ácido Linoléico Conjugado (CLA). O estudo permitiu identificar que 85,7% dos rótulos não atendem à legislação vigente, destacando-se os aspectos tecnológicos como indicação da validade após a abertura da embalagem (57,1%) e modo de conservação (42,8%). Diferenças significativas foram encontradas nas concentrações de sólidos totais, umidade e gordura entre os queijos com diferentes tecnologias, destacando-se os queijos coalho e manteiga como de alta umidade (até 54,9%), em acordo com os regulamentos técnicos específicos. Os valores de proteínas, ácidos graxos saturados e CLA não diferiram entre os diferentes tipos de queijo, no entanto, quanto aos selos de inspeção, as amostras apresentaram significância em relação ao teor protéico. Considerando-se a falta de conformidade dos rótulos e padronização da tecnologia dos queijos produzidos na Paraíba, é necessário que políticas públicas e uma melhor fiscalização da rotulagem sejam aplicadas no sentido de consolidar a valorização, fundamentar o processo de identificação e reconhecer produtos regionais como os queijos do presente estudo.
Abstract: Cheeses are highlighted among milk derivatives due of their nutritional value with high protein and fat content. Labeling of cheeses, as well as any packaged food manufacturing, is inspected under the designations of quality seal from the Federal Inspection Service (SIF) or State (SIE) that act in accordance with the regulations arranged in RDC 259, of September 20th, 2002 and RDC 360, December 23th, 2003, ensuring the marketing adequate of products with nutritional quality. The aim of this study was analyze the adequacy of labeling, physico-chemical composition and lipid profile of different types of commercial cheeses produced in Paraíba. We evaluated a total of 42 samples of cheeses made with different technologies (coalho, butter and ricotta), containing seals of State and Federal Inspection, collected in local supermarkets. Through a check list according to current laws, the labels were evaluated in aspects of packaging, processing and nutritional (moisture, total solids, fat, protein, saturated fatty acids and Conjugated Linoleic Acid (CLA). The study revealed that 85.7 % of the labels do not comply with current legislation, highlighting the technological aspects like the indication of durability after opening the package (57.1%) and way of conservation (42.8 %). Differences were found in the concentrations of total solids, fat and moisture between cheeses with different technologies, focusing on coalho and butter cheeses as high humidity (up 54.9 %), in accordance with specific technical regulations. The amounts of protein, unsaturated fatty acids and CLA didn t differ between the types of cheese, however, as the seals of inspection, samples showed variations in relation to the protein content. Considering the lack of conformity of labels and standardization of the technology for cheeses produced in Paraíba, it turns out the need for public policies and better supervising of labeling has been applied to consolidate recovery, support the process of identifying and recognizing regional products such as cheeses of this study.
Keywords: Queijos
Rotulagem
Legislação
Ácidos graxos
Ácido linoléico conjugado
Cheese
Nutrition labeling
Legislation
Fatty acids
Acid Linoleic Conjugated
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::NUTRICAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraí­ba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Ciências da Nutrição
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós Graduação em Ciências da Nutrição
Citation: MATIAS, Suéllen Maria Gonçalves. Qualidade de queijos produzidos no estado da Paraíba: adequação da legislação, composição físico-química e perfil lipídico. 2014. 105 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Nutrição) - Universidade Federal da Paraí­ba, João Pessoa, 2014.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/4303
Issue Date: 27-Feb-2014
Appears in Collections:Centro de Ciências da Saúde (CCS) - Programa de Pós-Graduação em Ciências da Nutrição

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivototal.pdf1,45 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.