Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/4393
metadata.dc.type: Dissertação
Title: O direito à educação básica em Angola: desafios e problemas à luz do direito internacional dos direitos humanos
metadata.dc.creator: Francisco., Roberto Gonçalves
metadata.dc.contributor.advisor1: Peterke, Sven
metadata.dc.description.resumo: O tema em discussão pesquisa a eficácia do Direito à Educação Básica em Angola período de 2002 a 2010 analisando os desafios e problemas à luz do Direito Internacional dos Direitos Humanos. Deste modo, foram levantadas duas perguntas que o presente estudo aspira responder. Primeiro, pergunta-se, sob a perspectiva do Direito Internacional Público, quais exatamente os deveres que decorrem dos tratados de direitos humanos aceites por Angola em relação à garantia do direito à educação básica? Segundo, após a identifição destes deveres, coloca-se a questão, se ou até que ponto o Estado angolano está a efetivá-los? Portanto, a presente pesquisa parte do fato de que Angola aceitou, por meio da raticação de tratados de direitos humanos ou adesão a eles, uma série de obrigações internacionais no que se refere especificamente à garantia do direito à educação básica bem como da hipótese que o Estado tem dificuldades do seu cumprimento, talvez até às vezes violando alguns dos seus deveres decorrendo do Direito Internacional Público. Em função dos dados bibliográficos e, sobretudo, documentais, foi possível concluir que nossa primeira hipótese é confrimada, uma vez que Angola aderiu uma série de tratados internacionais, mas não confirmamos a segunda, uma vez que o Estado angolano está cumprir os seus deveres, mas com falhas na elaboração e implementação das políticas publicas para setor educativo, o que não significa que esteja a violar o Direito Internacional dos Direitos Humanos. O tema em discussão pesquisa a eficácia do Direito à Educação Básica em Angola período de 2002 a 2010 analisando os desafios e problemas à luz do Direito Internacional dos Direitos Humanos. Deste modo, foram levantadas duas perguntas que o presente estudo aspira responder. Primeiro, pergunta-se, sob a perspectiva do Direito Internacional Público, quais exatamente os deveres que decorrem dos tratados de direitos humanos aceites por Angola em relação à garantia do direito à educação básica? Segundo, após a identifição destes deveres, coloca-se a questão, se ou até que ponto o Estado angolano está a efetivá-los? Portanto, a presente pesquisa parte do fato de que Angola aceitou, por meio da raticação de tratados de direitos humanos ou adesão a eles, uma série de obrigações internacionais no que se refere especificamente à garantia do direito à educação básica bem como da hipótese que o Estado tem dificuldades do seu cumprimento, talvez até às vezes violando alguns dos seus deveres decorrendo do Direito Internacional Público. Em função dos dados bibliográficos e, sobretudo, documentais, foi possível concluir que nossa primeira hipótese é confrimada, uma vez que Angola aderiu uma série de tratados internacionais, mas não confirmamos a segunda, uma vez que o Estado angolano está cumprir os seus deveres, mas com falhas na elaboração e implementação das políticas publicas para setor educativo, o que não significa que esteja a violar o Direito Internacional dos Direitos Humanos.
Abstract: The present study illuminates the effectiveness of the right to primary education in Angola, analyzing the period from 2002 to 2010. Being written from the viewpoint of international human rights law, it seeks to answer to basic questions: First, what are exactly Angola´s international duties with regard to the implementation right to primary education? Secondly, has Angola fulfilled them adequately? For answering the first question, the study identifies the international human rights treaties Angola has ratified or adhered to and maps the obligations that can be derived from the right to primary education. The hypothesis is that Angola has compliance problems and possibly is violating specific duties. There, in order to answer the second question, the study goes beyond the discussion of bibliography available, analyzing official data and alternative sources. As it is shown, Angola has in deed serious problems to implement effectively its international obligation, however, it cannot be stated that is has violated them. This is primarily due to serious efforts to progressively implement the right to education in a rather complicated as well as complex setting.
Keywords: Direito internacional
Direitos humanos
Implementação à educação - Angola
International Human Rights
Right to primary Education (2002-2010) in Angola
Implementation in Angola
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::DIREITO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal da Paraí­ba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: ciências Juridicas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós Graduação em Ciências Jurídicas
Citation: FRANCISCO., Roberto Gonçalves. O direito à educação básica em Angola: desafios e problemas à luz do direito internacional dos direitos humanos. 2013. 169 f. Dissertação (Mestrado em ciências Juridicas) - Universidade Federal da Paraí­ba, João Pessoa, 2013.
metadata.dc.rights: Acesso aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/4393
Issue Date: 8-Mar-2013
Appears in Collections:Centro de Ciências Jurídicas (CCJ) - Programa de Pós-Graduação em Ciências Jurídicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ArquivoTotalRoberto.pdf1,13 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.