Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/4751
metadata.dc.type: Dissertação
Title: A política de inclusão na educação profissional: o caso do Instituto Federal de Pernambuco/Campus Recife
metadata.dc.creator: Moura, Katia Cristina Bezerra
metadata.dc.contributor.advisor1: Aragão, Wilson Honorato
metadata.dc.description.resumo: A formação laboral oferecida à pessoa com deficiência no Brasil aconteceu tendo como base os modelos de segregação e integração escolar que pouco contribuiu para profissionalização dos estudantes com deficiência. Os estudos sobre a profissionalização dos alunos com deficiência têm indicado que programas de educação para o trabalho, realizados por instituições especiais que organizam suas ações laborais sob tais modelos, não disponibilizam nem os conhecimentos necessários para o exercício de uma profissão, nem contribuem para inclusão profissional à medida que impõe barreiras à participação plena do estudante com deficiência na sociedade. As diretrizes nacionais da educação especial para educação básica em 2001 afirmam que a educação profissional é um direito do aluno com deficiência e visa sua integração produtiva à sociedade. Nesse sentido, orienta aos sistemas de ensino profissional público ou privado a incluir alunos com deficiência. Em 2008, a política de educação inclusiva assegura que para a inserção do estudante com deficiência na educação profissional aconteça com qualidade, as instituições de formação profissional devem contar com o apoio da educação especial, através de atendimento educacional especializado e outros suportes, no intuito de atender as necessidades educacionais específicas dos estudantes com deficiência. Em 2011, os dados do Resumo Técnico do Censo Escolar da Educação Básica mostram que dos 100% de alunos da educação especial incluídos na educação básica, apenas 0,24% encontravam-se matriculados na educação profissional. Os dados censo escolar indicam que o acesso dos estudantes com deficiência a essa modalidade de ensino ainda é bastante restrito, apesar da existência de alguns programas de educação profissional inclusivos. Este estudo teve como objetivo analisar a política de inclusão nesta modalidade de ensino, tendo como base os seguintes aspectos: acesso do aluno à educação profissional, acessibilidade arquitetônica serviços e recursos de apoio à permanência e suportes à inclusão no mercado de trabalho. Para realização deste trabalho optamos pela pesquisa qualitativa como abordagem teórico-metodológica e como estratégia de pesquisa o Estudo de Caso, através de levantamento bibliográfico, observação e entrevista semiestruturada. Para realização da entrevista semiestruturada foi utilizada a técnica história oral e para análise das entrevistas, o método análise de conteúdo. Esta pesquisa foi realizada numa instituição de educação profissional e tecnológica do município do Recife, Estado de Pernambuco. Participaram deste estudo três estudantes com deficiência egressos dos cursos de educação profissional da instituição pesquisada. Os depoimentos dos estudantes entrevistados mostram a contradição entre o discurso oficial da política de inclusão e o contexto de acessibilidade arquitetônica e formação do professor.
Abstract: Professional training for people with special needs in Brazil started being offered based on school segregation and integration models which contributed very little to the professionalization of students with disabilities. Studies on the professional preparation of students with disabilities have indicated that education for work programs offered by special institutions that organize their actions under such working models do not provide the necessary knowledge for the practice of a profession, nor contribute to professional inclusion as it imposes barriers to full participation of such students in society. 2001 National guidelines for the inclusion of special education in the basic education curriculum state that students with disabilities have the right to vocational training, aiming at promoting a productive integration into society. Accordingly, it recommends that public or private vocational education programs include students with disabilities. In 2008, the policy on inclusive education ensured that the inclusion of students with special needs in vocational education focused on the quality of the programs and determined that professional training institutions must have the support of special education through specialized educational services and other types of support in order to meet the specific educational needs of students with disabilities. In 2011, data from the Resumo Técnico do Censo Escolar da Educação Básica (Technical Summary of the Basic Education School Census) showed that only 0.24 % of special education students included in basic education were enrolled in vocational education programs. Given the national guidelines for the inclusion of special education in the basic education curriculum and the policy on inclusive education that ensures the inclusion of students with disabilities in vocational education, this study aimed to analyze the inclusion policy in this area of education, based on the following aspects: student access to vocational education, services and resources to support student retention and support to include students in the labor market. For this study, qualitative research was the chosen theoretical-methodological approach, and the research strategy used was case study through literature review, observation and semi-structured interview. Oral History Techniques were used to conduct the semi-structured interviews, and interview analysis was conducted using the content analysis method. The research was conducted at a technical and vocational education institution located in the city of Recife, State of Pernambuco. The study included three students with disabilities who graduated from a vocational education program of the researched institution. The testimonials of the interviewed students showed the contradiction between the official content of the inclusion policy and the actual accessibility of the programs as well as the training of the faculty involved.
Keywords: Educação especial
Formação laboral - Estudante com deficiência
Educação profissional - perspectiva inclusiva
Inclusão do aluno com educação profissional
Special education
Vocation training of studants with special needs
Inclusive vocational education
metadata.dc.subject.cnpq: CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal da Paraí­ba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Educação
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Educação
Citation: MOURA, Katia Cristina Bezerra. A política de inclusão na educação profissional: o caso do Instituto Federal de Pernambuco/Campus Recife. 2013. 124 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal da Paraí­ba, João Pessoa, 2013.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/4751
Issue Date: 19-Aug-2013
Appears in Collections:Centro de Educação (CE) - Programa de Pós-Graduação em Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivototal.pdf1,41 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.