Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/5035
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Mortalidade e sobrevivência da micro e pequena empresa no Estado da Paraíba (2001-2005): uma abordagem institucional
metadata.dc.creator: Cunha Junior, Ailton Menezes
metadata.dc.contributor.advisor1: Cavalcanti, Guilherme de Albuquerque
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Campos, Luis Henrique Romani de
metadata.dc.description.resumo: Em todo o mundo, as unidades produtivas de micro e pequeno porte são responsáveis pela maioria dos postos de trabalho e avançam a cada ano na oferta de emprego e na ocupação de novos segmentos de mercado conquistados através da terceirização e das inovações tecnológicas. Todavia, as taxas de mortalidade das MPEs permanecem altas sendo registrado que 29% das novas empresas encerram suas atividades antes de completar um ano de atividade e 56% fecham em cinco anos. O presente trabalho analisou a situação das micro e pequenas empresas do estado da Paraíba no período de 2001 a 2005 identificando os principais fatores que influenciam a vitalidade dessas unidades produtivas, seus arranjos institucionais e o impacto de mudanças institucionais sobre as mesmas. Os resultados aqui discutidos permitiram inferir que dos motivos de sucesso e fracasso relatados pelas MPEs, as explicações para a longevidade ou para o encerramento prematuro das MPEs residem no empresário. A formulação das suas estratégias que, devido as suas próprias limitações, não ocorre de maneira plenamente racional e sua capacidade cognitiva, submissa ao seu conjunto de valores, crenças e interesses, constituem o diferencial entre as organizações no que concerne aos seus resultados, mesmo que possuam estruturas isomórficas. As decisões do empresário delineiam o campo organizacional da empresa e a interpretação do ambiente poderá a uma condição de conformidade, na qual estará respondendo ao ambiente consoante as exigências desse e da estrutura organizacional da sua empresa obtendo, portanto, legitimidade; a uma condição de infidelidade através da qual sua atitude poderá ser reacionária onde buscará mecanismos para anular as ações decorrentes do ambiente ou delas se abrigar; ou ainda desenvolver uma impostura onde a resposta aos requisitos institucionais e às pressões do ambiente é ritualizada e aparente, mas tem como cerne a exploração de situações conflitantes e inconsistentes.
Abstract: Worldwide, productive small and micro business is responsible for most employment and each year advances offers of employment and occupation in new market segments gained by outsourcing and technological innovations. However, small business mortality rates remain high, being recorded that 29% of new businesses go out of business within the first year of activity and 56% close within five years. This study aimed to analyze the situation of micro and small enterprises in the state of Paraiba during the period from 2001 to 2005 by identifying the key factors that influence the vitality these units, their institutional arrangements and the impact of institutional changes on them. The results discussed here allow the inference that the reasons for success or failure reported by small business, the reasons for longevity or premature closure of resides with the manager. The formulation of strategies, due to their own limitations, does not occur in a fully rational manner, and their cognitive abilities, subordinate to personal values, beliefs and interests form the "gap" between their organization´s performance and isomorphic structures. The decisions of the manager outline the "organizational field" of the company and the interpretation of the environment can lead from a condition of conformity, which as response to the environment required by the organizational structure of the business achieves legitimacy, to an unfaithful attitude which may be a reactive mechanism seeking to solve conditions arising from the environment or to find shelter form them, or even the development of a sham in which the response to institutional requirements and pressures of the environment is ritualized and apparent but has at it´s heart the exploitation of inconsistent situations or conflict.
Keywords: Economia
Economia de empresa
Microempresa mudanças institucionais
Isomorfismo
Legitimidade
Economy
Enterprise Economic
Micro Enterprise - Institutional Changes
Isomorphism
Conformity
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal da Paraí­ba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Economia do Trabalho e Economia de Empresas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós Graduação em Economia
Citation: CUNHA JUNIOR, Ailton Menezes. Mortalidade e sobrevivência da micro e pequena empresa no Estado da Paraíba (2001-2005): uma abordagem institucional. 2009. 103 f. Dissertação (Mestrado em Economia do Trabalho e Economia de Empresas) - Universidade Federal da Paraí­ba, João Pessoa, 2009.
metadata.dc.rights: Acesso aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/5035
Issue Date: 15-Dec-2009
Appears in Collections:Centro de Ciências Sociais e Aplicadas (CCSA) - Programa de Pós-Graduação em Economia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivototal.pdf534,92 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.