Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/5684
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Frege e o antipsicologismo: uma abordagem históricoconceitual da disputa entre entidades abstratas e imagens mentais
metadata.dc.creator: Silva, Anderson Bogéa da
metadata.dc.contributor.advisor1: Leclerc, André
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Abath, André Joffily
metadata.dc.description.resumo: Esta investigação teve como principal motivação entender de que maneira se fez pertinente a crítica de Gottlob Frege ao psicologismo do século XIX, assim como garimpar as reais bases teóricas deste. Aponta-se quais os mais relevantes ataques antipsicologistas de Frege, e se concentra, mais especificamente, nas críticas ao empirismo/psicologismo de J. S. Mill. Esta dissertação analisa ainda os argumentos que corroboram para a crítica antipsicologista, tendo como um dos problemas a tentativa de redução psicologista da lógica. Para isso, entende-se como fundamental para as críticas de Frege sua própria noção de objetividade, através de seus aspectos semânticos e ontológicos. No decorrer deste trabalho, depara-se com um psicologismo de caráter naturalista, baseado em um emergente cientificismo oitocentista, levando claramente a uma oposição entre, de um lado, um conhecimento amparado em fatos empíricos e, de outro, um saber especulativo filosófico. No fim, reconhece-se a empreitada fregeana contra o psicologismo como uma redenção não somente do "objetivo não-efeito", mas do reconhecimento da necessidade de bases especulativas e a priori para a própria filosofia.
Abstract: This research's main motivation is to understand how significant Gottlob Frege's criticism of psychologism was, in the nineteenth century, as well as to determine its real theoretical basis. One points to the most significant Fregean a ntipsychologist attacks, especially to Frege's arguments that support the antipsychologist criticism, having as one of the problems to attempt for psychologist reduction of logic. To this end, one understands as central to the ontological aspects. In this work, one will see Frege's point of view confroted with psychologism in naturalistic bases, as it emerges from nineteenth-century scientificism, leading clearly to an opposition between a knowledge based on empirical facts, on the one hand, and a speculative philosophical knowledge, on the other hand. In the end, one recognizes the Fregean undertaking against psychologism as preservation not only of the "objective non-effective", but also as recognition of the need for a priori speculation in philosophy itself.
Keywords: Antipsicologismo fregeano
psicologismo
objetividade
Fregean antipsychologism
Psychologism
Objectivity
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::FILOSOFIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal da Paraí­ba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Filosofia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós Graduação em Filosofia
Citation: SILVA, Anderson Bogéa da. Frege e o antipsicologismo: uma abordagem históricoconceitual da disputa entre entidades abstratas e imagens mentais. 2009. 105 f. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal da Paraí­ba, João Pessoa, 2009.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/5684
Issue Date: 15-Dec-2009
Appears in Collections:Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA) - Programa de Pós-Graduação em Filosofia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivototal.pdf887,94 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.