Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/6220
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Aproveitamentos de rupturas estéticas de vanguarda em contos de Rubem Fonseca
metadata.dc.creator: Freitas, Gabriel Domício Medeiros Moura
metadata.dc.contributor.advisor1: Araujo, Arturo Gouveia de
metadata.dc.description.resumo: Nesse trabalho, analisaremos as assimilações dos questionamentos radicais promovidos pelos movimentos históricos de vanguarda no século XX ao modelo orgânico de obra de arte, concebido segundo a configuração de uma relação de causalidade entre as partes, e à concepção de unidade daí decorrente em cinco contos do escritor brasileiro Rubem Fonseca: O Quarto Selo (Fragmento) (1969), Passeio noturno (Parte I) (1975), Passeio noturno (Parte II) (1975), Livro de ocorrências (1979) e O Cobrador (1979). Assim, o primeiro capítulo de nossa pesquisa será dedicado a reflexões acerca do legado filosófico de Platão (2006) e Aristóteles (1993) referente aos postulados estéticos defendidos por ambos, observando-se aí, principalmente, as diferenças existentes entre o pensamento de cada um deles. Logo a seguir, discorreremos a respeito das rupturas estéticas proporcionadas pelas tendências vanguardistas tanto na Europa quanto no Brasil, abordando o surgimento destas vertentes, seu apogeu, as principais contribuições para os períodos subsequentes e a crise enfrentada pelo paradigma instituído pelas vanguardas em nível nacional e mundial. No início do segundo capítulo, apresentaremos algumas reflexões relativas às impossibilidades de a Teoria do Conto explicar, satisfatoriamente, este tipo de narrativa. Desse modo, começaremos tratando do ensaio de Poe (1999), Filosofia da composição, ainda hoje aclamado, acriticamente, como importante referência conceitual por muitos estudiosos do conto, a exemplo de Cortázar (1974) e Moisés (1978), autores também discutidos, embora mais adiante, nesse momento de nosso trabalho. Ao final, apresentaremos algumas considerações a respeito da tentativa de Piglia (2004) em definir essa modalidade de gênero narrativo. Já o terceiro capítulo será destinado às análises das narrativas contísticas acima mencionadas, buscando-se verificar não somente os modos de aproveitamento das rupturas estéticas de origem vanguardista nesses textos literários, mas também as funcionalidades desses procedimentos narrativos segundo a relação entre forma e conteúdo configurada em cada conto. Para esse fim, recorreremos às contribuições de Kermode (1997), Mangueira (2003), Figueiredo (2003), Gil (2008), Schwarz (1992, 1999) e Pasta Jr. (1999, 2010), dentre outros.
Abstract: We analyze here how the vanguard historical movement radical critics to the organic concept of artwork, which is made with all the parts being related to each other and according to some unit´s notion, are configured in five Rubem Fonseca´s short stories: O Quarto Selo (Fragmento) (1969), Passeio noturno (Parte I) (1975), Passeio noturno (Parte II) (1975), Livro de ocorrências (1979) e O Cobrador (1979). In this way, our work´s first chapter is about Plato (2006) and Aristotle (1993) philosophical thesis on esthetics and the important differences among each one´s concepts about this subject. Afterwards, we discuss about the esthetical ruptures promoted by vanguards both in Europe and in Brazil along 20th century´s beginning. For this purpose, subjects like vanguard´s origin, its triumph, the main contributions to later periods and the crisis faced by that paradigm will be discussed. In the second chapter, the unsatisfactory definitions about short stories are the object of our discussion. We begin the considerations related to this subject discussing Poe´s (1999) ideas found on his Filosofia da composição and their acritical reception by later authors such as Cortázar (1974) and Moisés (1978), who are also discussed further. Finally, Piglia´s (2004) trying to define short story is discussed with the necessary problematizations. Otherwise, in the third chapter, we develop analysis relative to the narratives mentioned before, searching not only how vanguards´ esthetical ruptures are singularly configured in each case, but also verifying these narrative procedures functionality as they deal with the relation among form and subject found in every single narrative chosen. To achieve this last aim, we recollect contributions from Kermode (1997), Mangueira (2003), Figueiredo (2003), Gil (2008), Schwarz (1992, 1999), Pasta Jr. (1999, 2010) and some other authors.
Keywords: Vanguardas
Rupturas
Causalidade
Rubem Fonseca
Contos
Vanguards
Ruptures
Causality
Rubem Fonseca
Short stories
metadata.dc.subject.cnpq: LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal da Paraí­ba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Letras
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Letras
Citation: FREITAS, Gabriel Domício Medeiros Moura. Aproveitamentos de rupturas estéticas de vanguarda em contos de Rubem Fonseca. 2012. 178 f. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Federal da Paraí­ba, João Pessoa, 2012.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/6220
Issue Date: 29-Mar-2012
Appears in Collections:Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA) - Programa de Pós-Graduação em Letras

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivototal.pdf1,15 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.