Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/6888
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Estratégias de Aprendizagem e Sintomas de Depressão Infantil
Other Titles: Learning Strategies and Drepression Symptoms in Childhood
metadata.dc.creator: Vicente Neto, José
metadata.dc.contributor.advisor1: Coutinho, Maria da Penha de Lima
metadata.dc.description.resumo: O presente estudo investigou acerca uso de estratégias de aprendizagem em crianças, com e sem sintomatologia depressiva, matriculadas no ensino fundamental de escolas públicas e privadas em João Pessoa-PB e Natal-RN. A amostra foi composta por 483 crianças [João Pessoa (n=280); Natal (n=203)], entre 10 e 12 anos de idade, cursando entre o quarto e o nono ano fundamental. Rastreando aspectos sociodemográficos da amostra, a ausência/presença de sintomatologia e o repertório, cognitivo e metacognitivo, de estratégias de aprendizagem, utilizou-se, respectivamente, um questionário sociodemográfico (sexo, idade, cidade, escolaridade e histórico de reprovação autorrelatado), o CDI-breve (ponto de corte ≥ 17 pontos) e a Escala de Estratégias de Aprendizagem (EEA). Obteve-se um índice para sintomatologia depressiva de 10,7% (n=52), estas crianças apresentaram maior frequência nos itens do CDI-breve que sondavam acerca da autopercepção negativa, do humor depressivo, pessimismo e culpa, preocupação, isolamento, insônia, autodesvalorização e desobediência. Os resultados não apontam para nenhuma relação significativa entre as variáveis sociodemográficas e a sintomatologia depressiva. A relação entre estratégias de aprendizagem e sintomas de estratégias de aprendizagem não foi estatisticamente evidenciada, contudo, as crianças com a sintomatologia expressam fracamente o uso de estratégias metacognitivas de controle das e moções. Um dado interessante emerge: estudos que utilizaram a EEA no sul do país obtiveram uma média de 92 pontos, ou seja, aproximadamente 22 pontos acima da média obtida neste estudo (68,67 pontos). Esse resultado necessita de estudos mais pontuais, no sentido de investigar essa diferença para a população estudada.
Abstract: The purpose of this study was to identify the use of learning strategies in children, with and without depressive symptoms, registered in basic education, in public and private schools, from João Pessoa-PB and Natal-RN. The sample was composed by 483 children [(João Pessoa (n=280); Natal (2030)], between 10 and 12 years old, from 4th to 9th grade. Tracking sample s sociodemographic aspects, absence/presence of depressive symptomatology , and the repertoire, cognitive e metacognitive , of learning strategies, were used, respectively, a sociodemographic questionnaire (gender, town, education level and academic failure history), the CDI-breve (cut point ≥ 17) and the Learning Strategies Scale (LSS). Results points to an index of 10,7% (n=52) of depressive symptomatology, these children were more often on items of the CDI-brief that probed about the negative perception of depressed mood, pessimism, guilt, worry, isolation, insomnia , self-esteem and disobedience. The results did not show any evidence of relation between sociodemographic variables and depressive symptoms in that sample. The relationship between learning strategies and depression was not statistically evidenced, nevertheless, children with depressive symptomatology expressed weakly to use metacognitive strategies of emotive control. An interesting fact emerges comparing the average of the total sample (68.67 points) with other studies conducted in the South, we obtained a decrease of 20 points in the LLS. This result requires more specific studies, to investigate the difference for this population.
Keywords: Infância
Escola
Sintomas depressivos
Estratégias de aprendizagem
Childhood
School
Depressive symptoms
Learning strategies
metadata.dc.subject.cnpq: CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal da Paraí­ba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Psicologia Social
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social
Citation: VICENTE NETO, José. Estratégias de Aprendizagem e Sintomas de Depressão Infantil. 2010. 126 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia Social) - Universidade Federal da Paraí­ba, João Pessoa, 2010.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/6888
Issue Date: 24-Feb-2010
Appears in Collections:Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA) - Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivototal.pdf1.46 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.