Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/8944
metadata.dc.type: Dissertação
Title: A paródia em sala de aula da educação básica: Trabalhando com o gênero discursivo música
metadata.dc.creator: Barbosa, Alessandra de Carvalho
metadata.dc.contributor.advisor1: Carla, Alecsandra de Melo Bonifácio
metadata.dc.description.resumo: Os gêneros discursivos e o recurso estilístico paródia são fortes aliados nos processos de leitura, de oralidade e de escrita. Os alunos familiarizados com diferentes textos tornam-se, não apenas estudantes melhores, mas aprendem a gostar mais da língua materna, manuseando-a com aptidão, no cotidiano. Assim, o presente trabalho consiste em analisar os resultados de 3 (três) das 5 (cinco) paródias produzidas nas aulas de Língua Portuguesa, a partir do gênero discursivo música, criadas por 20 (vinte) alunos do 9º Ano do Ensino Fundamental II de uma escola pública municipal de Santa Rita-PB, no ano de 2015, buscando uma melhor formação discente no tocante à leitura, à oralidade e à escrita. No que tange o ensino da Língua Portuguesa e os gêneros discursivos, ancoramo-nos em Bakhtin (1995 e 2011), que entende o Homem como um ser de linguagem que se constrói e se desenvolve a partir das inúmeras relações sócio-interacionais, além de partirmos das reflexões de Antunes (2003), de Brasil (1995, 1996, 1997, 1998 e 2011), de Cavalcante (2013), de Koch e Elias (2012, 2013), dentre outros. Em relação à sequência didática desenvolvida, baseamo-nos nos postulados de Lopes-Rossi (2011). Consideramos importante o desenvolvimento desta pesquisa pela influência social que as paródias e as músicas têm, não só no Brasil, mas em todo o mundo, interferindo na cultura e na ideologia do povo, além de serem veículos comunicativos pelos quais os jovens possuem muita proximidade e simpatia. Contamos com 2 (dois) corpora: o primeiro composto por produções textuais anteriores à proposta de intervenção, buscando perceber dificuldades e desvios existentes; o segundo corresponde à proposta de intervenção, em que desenvolvemos aulas dialogadas, utilizando músicas e paródias, e propomos a criação de paródias pelos discentes. Observamos se os alunos souberam atingir o objetivo deste trabalho e se, através das atividades propostas, ampliaram as habilidades da leitura, da oralidade e da escrita, além de outros itens relevantes presentes no processo ensino-aprendizagem, como a criatividade, a utilização do conhecimento enciclopédico adquirido e as vias culturais. Dentro dessa perspectiva, trabalhamos com as categorias de análise – Análise do Gênero, Aspectos Textuais e Leitura, Oralidade e Escrita. Concluímos que, nas aulas com música e com paródia, houve bastante aproximação dos alunos à língua materna; nas produções textuais das paródias, estas atenderam aos elementos comunicativos necessários (composição, tema e estilo), havendo desenvolvimento da leitura, da oralidade e da escrita.
Abstract: Os gêneros discursivos e o recurso estilístico paródia são fortes aliados nos processos de leitura, de oralidade e de escrita. Os alunos familiarizados com diferentes textos tornam-se, não apenas estudantes melhores, mas aprendem a gostar mais da língua materna, manuseando-a com aptidão, no cotidiano. Assim, o presente trabalho consiste em analisar os resultados de 3 (três) das 5 (cinco) paródias produzidas nas aulas de Língua Portuguesa, a partir do gênero discursivo música, criadas por 20 (vinte) alunos do 9º Ano do Ensino Fundamental II de uma escola pública municipal de Santa Rita-PB, no ano de 2015, buscando uma melhor formação discente no tocante à leitura, à oralidade e à escrita. No que tange o ensino da Língua Portuguesa e os gêneros discursivos, ancoramo-nos em Bakhtin (1995 e 2011), que entende o Homem como um ser de linguagem que se constrói e se desenvolve a partir das inúmeras relações sócio-interacionais, além de partirmos das reflexões de Antunes (2003), de Brasil (1995, 1996, 1997, 1998 e 2011), de Cavalcante (2013), de Koch e Elias (2012, 2013), dentre outros. Em relação à sequência didática desenvolvida, baseamo-nos nos postulados de Lopes-Rossi (2011). Consideramos importante o desenvolvimento desta pesquisa pela influência social que as paródias e as músicas têm, não só no Brasil, mas em todo o mundo, interferindo na cultura e na ideologia do povo, além de serem veículos comunicativos pelos quais os jovens possuem muita proximidade e simpatia. Contamos com 2 (dois) corpora: o primeiro composto por produções textuais anteriores à proposta de intervenção, buscando perceber dificuldades e desvios existentes; o segundo corresponde à proposta de intervenção, em que desenvolvemos aulas dialogadas, utilizando músicas e paródias, e propomos a criação de paródias pelos discentes. Observamos se os alunos souberam atingir o objetivo deste trabalho e se, através das atividades propostas, ampliaram as habilidades da leitura, da oralidade e da escrita, além de outros itens relevantes presentes no processo ensino-aprendizagem, como a criatividade, a utilização do conhecimento enciclopédico adquirido e as vias culturais. Dentro dessa perspectiva, trabalhamos com as categorias de análise – Análise do Gênero, Aspectos Textuais e Leitura, Oralidade e Escrita. Concluímos que, nas aulas com música e com paródia, houve bastante aproximação dos alunos à língua materna; nas produções textuais das paródias, estas atenderam aos elementos comunicativos necessários (composição, tema e estilo), havendo desenvolvimento da leitura, da oralidade e da escrita.
Keywords: Paródia
Música
Leitura
Oralidade
Escrita
Parodia
Música
Lectura
Oralidad
Escrita
metadata.dc.subject.cnpq: LETRAS::LINGUA PORTUGUESA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraíba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Letras
metadata.dc.publisher.program: Mestrado Profissional em Letras (Profletras)
Citation: BARBOSA, Alessandra de Carvalho. paródia em sala de aula da educação básica: Trabalhando com o gênero discursivo música. 2015. 129 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Letras) - Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2015.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/8944
Issue Date: 21-Aug-2015
Appears in Collections:Centro de Ciências Aplicadas e Educação (CCAE) - Mestrado Profissional em Letras (Profletras)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivototal.pdf566,95 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.