Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/12041
metadata.dc.type: Dissertação
Title: O ato perlocucionário no significado da expressão aula atividade de professores do ensino fundamental
metadata.dc.creator: Cipriano, Luis Carlos
metadata.dc.contributor.advisor1: Matos, Denílson Pereira de
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho teve como objetivo geral compreender por qual motivo os professores do Ensino Fundamental, mesmo sendo conhecedores do significado e da aplicabilidade da expressão Aula atividade, não conseguiram ou conseguem entrar em consenso na sua utilização, tendo em vista que a aula atividade é parte complementar da carga horária do professor da educação básica. E sendo esta hora destinada a formação, planejamento e preparação de aula dos professores, assim surgiu esse estudo que auxiliará na formação dos educadores quando eles discutirem acerca do assunto, pois, poderão compreender melhor a dificuldade de entendimento de todos seus pares no diálogo sobre a expressão aula atividade. Como objetivo específico, pretendemos: compreender a proximidade entre o significado linguístico (conceito próprio do signo, ou seja, a ideia que se tem de determinada expressão) e o seu ato perlocucionário, enquanto ato de fala. Para realização desses objetivos, alicerçamo-nos na perspectiva da pesquisa qualitativa e da pesquisa documental, bem como recorremos aos seguintes procedimentos metodológicos: revisão de literatura (pressupostos teóricos da Linguística Estruturalista, da Linguística Funcionalista e da Filosofia da Linguagem), análise documental e entrevista semiestruturada. Os resultados demonstram que o significado da expressão aula atividade é algo conhecido por todos os entrevistados. Entretanto, a partir do momento em que essa mesma expressão se torna usual, os entendimentos são envolvidos por fatores externos ao significado, provocando, assim, os atos perlocucionários. Nesse caso, a usabilidade pode ser distorcida daquilo que foi tratado como significado da expressão. Em termos de considerações finais, ressaltamos o fato de os atos perlocucionários serem materializados no trajeto entre o significado enquanto pensamento e o proferimento da expressão já na ação. Com ele, é possível entender o porquê das divergências na utilização de palavras já conhecidas e acionadas por determinados grupos. Acrescentamos que esse trabalho contribuirá de forma prática a partir dos dados colhidos nas entrevistas com professores e gestores da educação básica, pois ao analisar trechos das respostas acerca dos questionamentos a compreensão e aplicabilidade da expressão aula atividade foi possível entender nossa indagação inicial, não que essa possibilidade seja tida como verdade única, mas uma probabilidade nesse contexto de estudo. Ao final propomos que os diálogos surgentes em próximas reuniões entre os educadores e gestores do ensino básico tornem – se uma formação onde a escuta e a troca mais ampla de ideias acerca de determinadas expressões não tão usuais sejam ampliadas.
Abstract: This work had as general objective to understand for which reason the teachers of the Fundamental Teaching, same being knowing of the meaning and of the applicability of the expression Class Activity, they didn't get or they get to enter in consensus in his use. As specific objective, we intended: to understand the proximity among the linguistic meaning (proper concept of the sign, in other words, the idea that certain expression is had) and his perlocutionary act, while act of speech. For accomplishment of those objectives, we are based on the perspective of qualitative research and documental research; as well we resorted to the following methodological procedures: Literature review (theoretical assumptions of Structuralist Linguistics, Functionalist Linguistics and Philosophy of Language), documentary analysis and semi-structured interview. The results demonstrate that the meaning of the expression activity class is something known by all interviewees. However, from the moment that same expression becomes usual, the understandings are involved by factors external to the meaning, provoking, like this, perlocutionary acts. In that case, the usability can be distorted from what has been treated as meaning of the expression. In terms of final considerations, we highlight the fact that perlocutionary acts are materialized in the itinerary among the meaning while thought and the proferimento of the expression already in the action. With him, it is possible to already understand the reason of the divergences in the use of words known and worked by certain groups. Not that this possibility is taken as a single truth, but rather a probability in this context of study.
Keywords: Significado linguístico
Ato perlocucionário
Aula atividade
Language meaning
Perlocutionary act
Activity class
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA::TEORIA E ANALISE LINGUISTICA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraíba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Linguística e ensino
metadata.dc.publisher.program: Mestrado Profissional em Linguística
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/12041
Issue Date: 26-Jun-2017
Appears in Collections:Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA) - Mestrado Profissional em Linguística

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Arquivototal.pdfArquivo total1,11 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.