Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/12436
metadata.dc.type: TCC
Title: Disney lê Dickens: Oliver & Company parodia Oliver Twist
metadata.dc.creator: Queiroz, Juliana Azevedo de
metadata.dc.contributor.advisor1: Nobre, Lucia Fatima Fernandes
metadata.dc.description.resumo: Uma adaptação pode ser definida como “uma repetição sem replicação” (HUTCHEON, 2011, p. 28) de um determinado texto, podendo consistir em transposições intersemióticas entre sistemas de signos distintos, no caso da mudança de mídia, como é o caso deste trabalho. Já uma paródia, é uma espécie de adaptação, caracterizada pelo distanciamento crítico e a ironia (HUTCHEON, 1985, p. 54 ). Questões como a priorização da fidelidade nas adaptações, a hierarquia de gêneros e mídias, que valoriza mais os textos escritos do que os audiovisuais, e a constante associação do gênero paródia com a depreciação do texto fonte, levando a interpretações distorcidas de sua definição, faz-se necessário ao estudo e discussão de textos, visto que há entre eles obras criativas de qualidade, e que permitem a continuidade e perpetuação dos textos anteriores, levando-os a novos públicos. Sendo assim, este trabalho tem como objetivo analisar quais elementos da obra fílmica Oliver & Company (1988) a classificam como paródia, justificando porque o texto se classifica como esse gênero, bem como traçar uma comparação com sua obra fonte, o clássico Oliver Twist (1838), de Charles Dickens.
Abstract: An adaptation may be defined as “a repetition without replication” (HUTCHEON, 2011, p. 7) of a certain text, becoming intersemiotic transpositions between systems of distinct signs, in this case a change of media, as it is the case of this work. A parody, in turn, is a kind of adaptation, characterized by a critical ironic distance (HUTCHEON, 2000, p. 37). Questions like a priority on fidelity of adaptations, hierarchy of genres and media, that valorizes the written texts over the audiovisual ones, and a constant association of parody as a genre with a depreciation of the source text, arising misinterpretations for its definition make the study and discussion of texts necessary. There is among these texts a great amount of highly criative work that allows the continuity and preservation of the texts, that calls new public’s attention. Thus, this present work has the objective of both analysing which elements of the animation Oliver & Company (1988) contribute for the construction of parody, justifying its classification as such, and tracing a comparison between the animation and Charles Dickens’s classic novel, Oliver Twist (1838).
Keywords: Adaptação
Paródia
Disney
Dickens
Oliver & Company
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS::LINGUAS ESTRANGEIRAS MODERNAS
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraíba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Letras Estrangeiras Modernas
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/12436
Issue Date: 29-Oct-2018
Appears in Collections:TCC - Letras - Inglês (Curso presencial)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
JAQ29102018.pdf755,53 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.