Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/12783
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Densidade de máximos e função de correlação em mecânica clássica e sinais biológicos
metadata.dc.creator: Bastos, Helena Christina Piuvezam de Albuquerque
metadata.dc.contributor.advisor1: Ramos, Jorge Gabriel Gomes de Souza
metadata.dc.description.resumo: Nos dias atuais, a medicina preventiva é assunto de extrema importância, pois muitas doenças podem ser tratada sou até curadas quando é possível encontrá-las em sua fase inicial. Então várias áreas do conhecimento como biologia, medicina, química e física estão usando seus métodos de forma a facilitar o diagnóstico. Neste trabalho, o estudo do caos e sua relação com a densidade de máximos em sinais de eletrocardiograma foram utilizados com o objetivo de adicionar mecanismos na busca de um diagnóstico mais preciso e rápido. Para embasar o conceito de caos, testar o método e conectar a biologia à física, primeiro analisamos o pêndulo duplo, um exemplo mecânico de caos. Através de simulações, foi possível estudar o comprimento de correlação deste. Para sinais biológicos, o primeiro sinal analisado foi o de densidade de populações. A seguir, estudamos o sinal produzido pelo modelo Hodgkin-Huxley de um axônio gigante de lula, após simulação e adquirido em bases de dados. Em seguida, encontramos em sinais de Eletrocardiograma um padrão no comprimento de correlação e na sua densidade de máximos, que quando aplicados à análise do exame possa fornecer informação adicional em prol de facilitar o diagnóstico.
Abstract: Nowadays, preventive medicine is a very important subject, since many diseases can be treated and even cured when it is possible to catch them in their initial phase. Therefore many areas of knowledge, like biology, medicine, chemistry, and physics are using their tools to facilitate diagnosis. In this study, chaos and its relationship with signal density were used to add new mechanisms in the search for a more precise and fast diagnosis. Supporting the concept of chaos, testing the method, and connecting physics to biology, we first look at the double pendulum, a classical mechanics example of chaos, finding its length of correlation. For biological signals, the first signal analyzed was population density. Next, we study the signal produced by the Hodgkin-Huxley model of a giant squid axon, after it was simulated and acquired in databases. Then, we find on electrocardiogram signals a pattern in the length of correlation and their peak density, which when applied to the analysis of the clinical exam may provide information that is going to facilitate the diagnosis.
Keywords: Caos
Pêndulo duplo
Correlação
Densidade de máximos
ECG
Chaos
Double pendulum
Correlation
Maxima density
ECG
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::FISICA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraíba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Física
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Física
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Attribution-NoDerivs 3.0 Brazil
metadata.dc.rights.uri: http://creativecommons.org/licenses/by-nd/3.0/br/
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/12783
Issue Date: 7-Dec-2017
Appears in Collections:Centro de Ciências Exatas e da Natureza (CCEN) - Programa de Pós-Graduação em Física

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Arquivototal.pdfArquivo total9,15 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons