Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/12971
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Influência da potência do motor do grupo gerador na limitação de produção de energia elétrica de um sistema formado por um gaseificador/grupo gerador
metadata.dc.creator: Melo, Vinicius Mafra
metadata.dc.contributor.advisor1: Jaguaribe, Emerson Freitas
metadata.dc.description.resumo: Ao longo de toda a era moderna, a humanidade vem usando combustíveis fósseis para atender às suas necessidades. O carvão, o petróleo e o gás natural têm contribuído para a iluminação e o funcionamento de máquinas, promovendo a qualidade de vida. O contínuo uso desses recursos tem evidenciado, todavia, as suas limitadas disponibilidades. Concomitantemente, tais fontes poluem, grandemente, o meio ambiente, estimulando a busca por recursos mais ecológicos. Dentre os principais combustíveis não fósseis, a biomassa, no Brasil, vem ganhando destaque, pelas grandes reservas disponíveis e sua natural vocação para os biocombustíveis. A gaseificação da biomassa fornece um meio de derivar formas mais diversas de energia a partir da conversão termoquímica, representando um processo eficiente para a produção de energia e calor. Buscando-se melhorar a produtividade dos gaseificadores de biomassa, o presente trabalho examina se a limitação da produção de energia elétrica de um sistema formado por um gaseificador de biomassa e um grupo gerador pode ser determinada pela escolha do motor do grupo gerador. O gaseificador em questão é do tipo leito fixo, co-corrente, “topo aberto”, importado da Índia, do Indian of Science/Combustion Gas Propulsion Laboratory, IISc/CGPL, com capacidade térmica de 80 kWt, que foi aqui adaptado para servir a motores a gás. Para a consolidação dos objetivos foi feita a substituição do grupo gerador composto por um motor MWM 229-4 e gerador de 36 kVA, por outro formado pelo motor MWM 229-6 e gerador de 150 kVA. Em ambos os casos os motores a diesel foram ottolizados para poderem funcionar com o gás pobre, operando com sistema de ignição comandada. A realização dos testes ocorreu no Laboratório de Inovação em Conversão Térmica da Universidade Federal da Paraíba-UFPB e comprovou que a utilização de um grupo gerador com capacidade maior permitiu que a potência anteriormente gerada de 29 kW passasse a 32 kW, embora a eficiência média térmica do sistema, nas potências mais altas tenha se passado de 98% para 93,65%.
Abstract: Throughout the modern era, humanity has been using fossil fuels to meet their needs. Coal, oil and natural gas have contributed to the lighting and functioning of machines, promoting the quality of life. The continued use of these resources has, however, evidenced their limited availability. At the same time, these sources greatly pollute the environment, stimulating the search for more ecological resources. Among the main non-fossil fuels, biomass, in Brazil has been gaining prominence due to the large reserves available and its natural calling for biofuels. Biomass gasification provides a mean of deriving more diverse forms of energy from thermochemical conversion, representing an efficient process for the production of energy and heat. In order to improve the productivity of biomass gasifiers, the present work examines whether the limitation of the electric energy production of a system formed by a biomass gasifier and a generator set can be determined by the choice of generator set engine. The gasifier in question is a fixed-bed, co-current, open top type, imported from the Indian of Science / Combustion Gas Propulsion Laboratory, IISc / CGPL, with a thermal capacity of 80 kWt, which has been adapted to serve to gas engines. In order to consolidate the objectives, the generator set was replaced by a MWM 229-4 engine and a 36 kVA generator, to other consisting of the MWM 229-6 engine and a 150 kVA generator. In both cases the diesel engines were converted to otto cycle and set to work with poor gas, operating with a commanded ignition system. The tests were carried out at the Laboratory of Innovation in Thermal Conversion of the Federal University of Paraíba-UFPB and verified that the use of a generator group with greater capacity allowed the previously generated power of 29 kW to pass to 32 kW, although the average thermal efficiency of the system, the highest power is from 98% to 93.65%.
Keywords: Gaseificação
Biomassa
Energia renovável
Motores de combustão interna
Gasification
Biomass
Renewable energy
Internal combustion engines
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::ENGENHARIAS::ENGENHARIA MECANICA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraíba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Engenharia Mecânica
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Engenharia Mecânica
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Attribution-NoDerivs 3.0 Brazil
metadata.dc.rights.uri: http://creativecommons.org/licenses/by-nd/3.0/br/
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/12971
Issue Date: 27-Jul-2018
Appears in Collections:Centro de Tecnologia (CT) - Programa de Pós-Graduação em Engenharia Mecânica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Arquivototal.pdfArquivo total2,61 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons