Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/3301
metadata.dc.type: TCC
Title: A percepção da palatalização das oclusivas dentais por ouvintes pessoenses.
metadata.dc.creator: Amorim, André Wesley Dantas de
metadata.dc.contributor.advisor1: Oliveira, Dermeval da Hora
metadata.dc.description.resumo: O objetivo principal desta monografia é investigar como os ouvintes pessoenses percebem a palatalização das oclusivas dentais como regra de assimilação regressiva na comunidade de fala de João Pessoa - Paraíba. Os objetivos específicos são analisar se os ouvintes pessoenses: (a) percebem a distinção oclusiva dental/africada; (b) têm consciência desse fenômeno em sua comunidade de fala; e (c) possuem identidade dialetal em relação à palatalização das oclusivas dentais. Para alcançar os objetivos, um experimento de percepção de fala foi desenvolvido e aplicado na comunidade de fala pessoense, com base no arcabouço teórico da Sociolinguística Variacionista (LABOV, 1972, 1994; WEINREICH, LABOV & HERZOG, 1968) e na metodologia adotada por Lopes (2012), Soriano (2014), Oushiro (2015) e Henrique (2016) em suas pesquisas experimentais de percepção de fala. As principais hipóteses, que foram enlencadas a partir de estudos de produção (HORA, 1995, 1997; ANDRADE, 2008; HENRIQUE & HORA, 2012) e percepção (HORA, 1994; LOPES, 2012) sobre o fenômeno no dialeto pessoense são: (a) o padrão do comportamento das variáveis em termos de produção é semelhante ao de percepção; (b) os ouvintes pessoenses identificam a forma oclusiva dental como mais característica de seu dialeto; e (c) os ouvintes têm identidade dialetal quanto ao fenômeno em pauta, ou seja, eles indicam que sua pronúncia é igual à mais característica de seu dialeto. Após gravar a fala de uma informante pessoense, os estímulos foram desenvolvidos e organizados em um teste de percepção online, que posteriormente foi disponibilizado através de um link para os ouvintes. Para testar as hipóteses, os dados obtidos através do experimento foram computados estatisticamente através do software R (R Core Team, 2013). Os principais resultados foram: (1) as variantes que são mais consideradas como relevantes pelas rodadas estatísticas dos estudos de produção se comportam de forma similar em termos de percepção; e (2) os informantes identificam que a palatalização das oclusivas dentais não é característica de sua fala, nem do vernáculo pessoense, apesar de atribuírem o fenômeno mais para sua pronúncia do que para sua comunidade de fala.
Abstract: The main focus of this study is to investigate how native listeners from João Pessoa – Paraíba - perceive the palatalization of the dental occlusives as regressive assimilation in their speech community. The specific purposes are to analyze if those listeners: (a) perceive the distinction between dental occlusive and affricate; (b) are aware of this phenomenon in their speech community; and (c) have dialectal identity regarding the behavior of the palatalization of the dental occlusives. In order to reach those objectives, it was developed a speech perception experiment, which was based on the Variationist Sociolinguistics (LABOV, 1972, 1994; WEINREICH, LABOV & HERZOG, 1968) and on the speech perception experiments of Lopes (2012), Soriano (2014), Oushiro (2015) and Henrique (2016). The main hypotheses were based on studies in terms of speech production (HORA, 1995, 1997; ANDRADE, 2008; HENRIQUE & HORA, 2012) and perception (HORA, 1994; LOPES, 2012), in relation to the phenomenon under analysis within the speech community of João Pessoa. They are: (a) the variables that influence speech production behave similarly in terms of speech perception; (b) native listeners from João Pessoa are aware that the dental occlusive is more characteristic in their dialect; and (c) they indicate that their pronunciation is the same as the most characteristic of their speech community. The stimuli were developed from the recording of a female speaker voice and they were set in an online speech perception experiment. Afterwards, the link of the test was provided for the native listeners from João Pessoa. In order to test the hypotheses, the data from the experiment was analyzed in the software R (R Core Team, 2013). The main results were: (1) the most relevant variants in statistical analysis of speech production studies behave similarly in terms of speech perception; (2) the listeners are aware that the palatalization of the dental occlusives is not a feature of their speech, neither of their speech community, despite the fact that they have associated the phenomenon under analysis as more characteristic of their speech than of their speech community.
Keywords: Palatalização das oclusivas dentais
Percepção de fala
João Pessoa(PB).
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS::LINGUAS ESTRANGEIRAS MODERNAS
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraíba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Letras Estrangeiras Modernas
metadata.dc.rights: Acesso aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/3301
Issue Date: 14-Dec-2017
Appears in Collections:TCC - Letras - Inglês (Curso presencial)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AWDA01122017.pdf1,51 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons